FANDOM


ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!

Volume Negro da Morte, também conhecido como Artifícios das Trevas, é um poderoso livro de feitiços contendo magia negra.

Descrição

O Volume Negro dos Mortos contém tal magia negra, incluindo a necromancia, o motivo pelo qual todos os feiticeiros estão proibidos de possuir o livro.[1]

História

Nos anos de 1800, o volume foi mantido no Instituto da Cornualha. Em um ponto, Malcolm Fade e Annabel Blackthorn o roubou, mas ele foi recuperado logo depois e retornou ao Instituto.[2]

Quando Andrew Blackthorn se mudou para Los Angeles para administrar o Instituto lá, ele levou o livro com ele. Durante a Guerra Maligna, em dezembro de 2007, Malcolm mais uma vez roubou o livro, e desta vez, o roubo passou despercebido por cinco anos.[1] Em 2012, ele usou um feitiço dentro do livro para ressuscitar Annabel Blackthorn, e ela desde então tem a posse o livro.[2]

O Rei Unseelie queria que o livro de feitiços fortalecesse Ash Morgenstern e usou a Rainha Seelie para obter posse dele. Ele tentou dar as boas vindas a Annabel em sua Corte, mas a mulher não desistiu do livro. Julian adquiriu uma encadernação fotocopiada do livro para a Rainha que mais tarde foi destruída por Ethna. Annabel levou o livro real com ela para Thule e o usou para abrir um Portal para Julian Blackthorn e Emma Carstairs retornarem à sua dimensão antes de sua própria morte.

Enquanto isso, Ty tinha fotos de páginas do Volume Negro, sincronizadas do telefone de Julian. Ty usou as páginas para lançar um feitiço que traria Livvy de volta dos mortos e conseguiu apenas parcialmente devido a um catalisador corrompido. Ty jogou o telefone no oceano depois.[3]

Conteúdos Conhecidos

Curiosidades

Referências

Esta página utiliza conteúdo de uma página da The Shadowhunters Wiki. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.