FANDOM


ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!
Eu sei que foi uma piada. Livvy me disse que quando pessoas contam uma piada não tão engraçada, a coisa educada a se fazer é ignorá-las. Isso não é verdade?

–Ty, Senhor das Sombras

Tiberius "Ty" Blackthorn é um Caçador de Sombras do Instituto de Los Angeles. Ele é filho de Andrew e Eleanor Blackthorn e irmão de seis.

Biografia

Vida Pregressa

Tiberius nasceu em 1997, filho de Andrew Blackthorn e Eleanor Blackthorn, o quinto de sete filhos, um pouco depois de sua irmã gêmea, Livia.[2][3][4][5] Sua mãe morreu quando ele tinha cerca de sete anos de idade, logo depois que seu irmão mais novo, Tavvy, nasceu.[6]

Em novembro de 2007, Ty visitou o Instituto de Nova York com sua família. De acordo com Jules, ele e Livvy estavam comendo cera, para o desespero da irmã mais velha deles, Helen.[1]

Guerra Maligna

Pouco depois, os Blackthorn foram vítimas de uma das ações de Sebastian. Sebastian atacou o Instituto, transformando quem ele conseguia em Crepuscular para adicionar ao seu exército. Ty e as outras crianças foram capazes de escapar para Idris através de um Portal aberto pela Clave para eles, embora seu pai tenha sido transformado e seu meio-irmão Mark capturado. Pouco depois de chegarem, as crianças foram interrogadas com a Espada Mortal, que é um processo muito doloroso.

Durante a batalha em que as fadas Seelie e os Crepusculares aliados de Sebastian atacaram Idris, as crianças foram escoltadas pelo Irmão Zachariah e Helen ao Salão dos Acordos onde se esconderam pelo resto da batalha. Eventualmente, a Caçada Selvagem pôde atravessar as defesas e abriu passagem para que os Crepusculares entrassem no Salão. Entre os Crepusculares estava seu pai que se aproximou de Ty; Ty era muito confiante e não tentou se afastar. Ele poderia ter machucado ele, então, em pânico, Jules matou seu pai. Ty testemunhou o ato em primeira mão e com raiva atingiu Julian antes que Livvy o detivesse, dizendo que Jules não teve escolha.

Depois da guerra, decidiu-se que Helen seria exilada à Ilha Wrangel e Mark deixado na Caçada. Isso deixou as crianças sem guarda legal, e a Sra. Sedgewick sugeriu que as crianças pudessem ser enviadas para a Academia dos Caçadores de Sombras ou para Institutos separados, até que Jia Penhallow introduziu Arthur Blackthorn, o tio das crianças, como seu tutor e o novo líder do Instituto de Los Angeles. Quando Helen se despediu de Julian, ela pediu-lhe que prestasse atenção especial a Ty.[6]

Quando Arthur se apresentou ao chegar ao Instituto, Ty não o olhou nos olhos. Livvy explicou que Ty não queria ser rude, e desde então Arthur acredita que Ty é estranho e diferente.[7]

O Guardião

Em 2009, Ty foi brevemente reunido com sua meia-irmã mais velha Helen em uma instância rara, em que a Clave permitiu que Helen voltasse para Idris para o casamento com Aline Penhallow.[8]

Em determinado momento, Ty decidiu que queria ir a Scholomance e se tornar um Centurião, muito para a consternação de sua irmã gêmea Livvy, que queria ser seu parabatai, e Julian, que temia o que a Clave e a cruel Scholomance poderiam fazer com ele.

No verão de 2012, Ty e seus irmãos visitaram sua tia-avó Marjorie na Inglaterra. Ele se escondeu no celeiro durante toda a visita para evitar ter que fazer tarefas domésticas e treinar. Pouco depois de retornarem a Los Angeles, chegou um grupo de fadas e ofereceram-se para devolver seu irmão Mark em troca de ajuda para encontrar o culpado por trás dos assassinatos recentes.

Ansioso para recuperar seu irmão e provar seu valor, ele e Livvy ajudaram ativamente na investigação. Querendo ajudar no campo, Ty se escondeu no carro que Emma e Julian pegaram para ir a casa de Johnny Rook; quando ele notou o movimento no porão, ele entrou na casa de Rook e atacou a pessoa que espreitava no porão, que mais tarde descobriram, era o filho de Rook, Kit. Ty segurou uma faca na garganta de Kit até Johnny os obrigar a sair. Julian ficou furioso com Ty por se pôr em risco, embora Ty não entendesse o motivo da raiva de Julian.

Ty mais tarde acompanhou sua família para resgatar Tavvy do Guardião, que era seu amigo da família, Malcolm Fade, o tempo todo. Quando a morte de Malcolm resultou na morte de Johnny Rook e, assim, Kit tornou-se órfão, Kit foi levado ao Instituto, onde foi comprovado que ele era um Caçador de Sombras. Ty sentou-se e esperou fora do quarto de Kit, enquanto o último chegou a um acordo com tudo o que ele experimentou e aprendeu.[7]

Procurando por Annabel

Durante as semanas seguintes, Ty dormiu algumas vezes do lado de fora do quarto do Kit. Ty e Livvy espiaram o encontro do Instituto de Los Angeles com Clary Fairchild e Jace Herondale. Mais tarde, Ty e Livvy acompanharam Kit durante sua sessão de treinamento com Jace. Ty deu a Kit sua primeira runa, um iratze.[9]

Esta seção é um trabalho em andamento; não é aconselhável para fins de referência.

Ty pegou Kit tentando escapar do Instituto e conseguiu convencê-lo a ficar dizendo-lhe seu plano para investigar os Centuriões. Isso levou Ty, Livvy e Kit a rastrear Zara Dearborn. Eles descobriram a trama dela e de Manuel para tomar o instituto de Arthur Blackthorn. Quando eles foram alertar Arthur, Diana foi forçada a revelar que Julian estava dirigindo o Instituto o tempo todo.

Quando o Instituto de Los Angeles foi atacado por Malcolm Fade e seus demônios, Arthur salvou Ty e Livvy empurrando-os para dentro do Instituto. Essa ameaça para suas vidas fez com que os Blackthorn e Kit se mudassem para o Instituto de Londres.

Sabendo que os Herondale podiam ver fantasmas e que havia fantasmas no Instituto de Londres, Ty convenceu Kit a obter a sua runa de Visão e até desenhou para ele.

Ty, Kit e Livvy mais tarde foram para a Mansão Blackthorn e descobriram um cristal de alétheia. Isso os levou a procurar um feiticeiro que pudesse ajudá-los com o cristal no Mercado das Sombras de Londres. Ty, Kit e Livvy descobriram a verdadeira natureza do que aconteceu com Annabel Blackthorn com a ajuda de um feiticeiro, Shade. Sua visita ao Mercado das Sombras de Londres terminou terrivelmente quando Ty, Kit e Livvy foram forçados a lutar contra Seres do Submundo zangados. Eles foram salvos por Magnus Bane, mas Livvy ficou gravemente ferida, levando Ty a ficar perturbado. Depois que voltaram ao Instituto de Londres, Ty foi confortado por Kit. Depois de ouvir de Magnus que ter um parabatai teria ajudado Livia mais rapidamente, Ty decidiu e depois disse a Livia que queria ser seu parabatai assim que as coisas se acalmassem. Ele também decidiu que ser um Centurião não parecia mais interessante, depois de ter encontrado alguns desagradáveis.

Ty, Kit e Livvy foram enviados para pedir os ingredientes para o feitiço de ligação de Cristina e Mark na loja de Hypatia Vex.

Ty descobriu que o corvo que Annabel e Malcolm costumavam enviar mensagens era um de pedra. Usando esse conhecimento, Tye Kit passaram por um portal não regulamentado no Instituto de Londres para o Instituto da Cornualha. Ty deixou uma mensagem para Annabel dentro do corvo de pedra.

Ty, Kit e Livvy foram então enviados para retirar os ingredientes que eles pediram anteriormente. Após sua visita, foram atacados por três dos Sete Cavaleiros. Diana e Gwyn conseguiram salvá-los.

Quando os Sete Cavaleiros atacaram o Instituto de Londres, Ty se juntou aos outros na luta contra eles. As chances não eram boas até Annabel Blackthorn chegar. A ameaça do poder de Annabel e Magnus combinou que os Sete Cavaleiros se retirassem. Annabel revelou que ela veio ao Instituto de Londres devido ao bilhete de Ty.

Ty foi a reunião do Conselho, onde se reuniu com sua irmã mais velha, Helen Blackthorn e a esposa dela, Aline Penhallow. Quando Annabel foi interrogada com a Espada Mortal, ela ficou louca, matando tanto Robert Lightwood quanto Livia Blackthorn. Ty então entrou em choque.[9]

Personalidade e Traços

Ty é muito esperto; Ty nunca faria nada sem razão ou sem pensar direito.[9] Ty tende a ser recluso, e sua inclinação para fazer algo pode depender de seu humor às vezes. Ele tem seu próprio jeito de expressar seus pensamentos; ele vê o mundo e certos maneirismos das pessoas de maneira diferente, e embora isso seja conhecido entre os mundanos como autismo, não é aceito na sociedade dos Caçadores de Sombras e Ty é visto por alguns como esquisito ou estranho. Ele também é extremamente teimoso.

Ty não detecta facilmente o sarcasmo e tem dificuldade em entender expressões idiomáticas ou figuras de linguagem, a menos que seja explicado a ele.[7] Porque ele não gosta de não saber coisas,[9] mas também prefere aprender coisas por conta própria, ele fez sua pesquisa sobre expressões, embora ouvir novas ainda o confundam. Tipicamente, Ty também não gosta de fazer contato visual – embora, se necessário, reconhecesse que algumas pessoas gostavam dele – impressionado pela intensidade, como observado por Julian.[7] Ele não gosta de agitação, especialmente quando dirigido a ele ou por algo que ele fez, mas ele aprecia maneiras sutis de expressar afeição.[9]

Ty tem vários mecanismos para lidar com sua ansiedade, alguns estabelecidos com a ajuda de Julian. Isso inclui brincar com brinquedos feitos por Julian quando ele era mais jovem que permitem movimentos repetitivos para ajudá-lo a se acalmar e se concentrar. Ele também usa fones de ouvido, com os quais ele às vezes ouvia música, incluindo mas não suportando sinfonias ou música clássica,[9] um redutor de ansiedade conhecido,[10] para bloquear o ruído e distraí-lo de pensamentos e sentimentos dolorosos. Embora geralmente avesso a ser tocado aleatoriamente pelos outros,[7] se estressado – se ele está procurando ou está confortável com o toque de alguém – o sentimento e a pressão de ser segurado por eles o aterrissaria e o acalmaria.[9]

Ty é muito observador e é capaz de analisar situações e pensar em soluções, de uma forma que outros normalmente não o farão. Ele quer ser detetive e é um ávido fã de Sherlock Holmes do Sir Arthur Conan Doyle e de outras histórias de crime em geral.[7][9] Ty gosta de computadores – a forma como organizam padrões para poder analisá-los – e trabalha na programação de computadores com Livvy.[7] Ele também ama animais. Embora ele goste de muitas espécies, ele gosta particularmente de seres com asas, como borboletas, mariposas, e gosta especialmente de abelhas. Ty se orgulha de poder desenhar insetos de forma realista.[11] Ele passa muito tempo fora para incomodar animais como lagartos e esquilos.[7] Quando era jovem, ele até escondia animais em seu quarto – como abelhas e uma vez uma cascavel – alegando estar estudando-os e sendo seu amigo, com os quais muitas vezes se metia em confusão, e também era praticamente inseparável da abelha de pelúcia que Jules o tinha dado.[6]

Ty não gosta muito de lutar, especificamente porque ele não tem interesse nisso, mas quando surge a necessidade, e quando ele se sente assim, Ty pegaria uma arma.

O quarto de Ty é limpo e organizado. Seus livros eram classificados de acordo com a cor, com suas cores favoritas perto de sua cama e as que ele não gostava de ver escondidas nos cantos e espaços. Embora não seja organizado de maneira típica, Ty conhece a localização de todos os livros de cor. Seus livros mais amados, as histórias de Sherlock Holmes, estão em sua mesa de cabeceira junto com uma coleção de pequenos brinquedos que Julian fez para ele.[7]

Descrição Física

Tiberius tem cabelo preto escuro, cílios longos e olhos cinzentos, ao contrário do cabelo marrom e olhos azul-esverdeados da marca registrada da família. Ele também é bastante magro. Embora ele não tenha as características de sua família imediata, ele tem semelhanças físicas com gerações anteriores de Blackthorns – indivíduos esguios com feições delicadas e cabelos negros.[7]

Relacionamentos

Família

Tiberius e Livvy são praticamente inseparáveis. Eles são ferozmente protetores e fariam qualquer coisa um pelo outro. Livvy é uma das poucas exceções às reservas de Ty; que de uma maneira ou de outra, Ty quase sempre dá a Livvy o que ela quer ... exceto se tornar parabatai.

Ty se importa muito com Julian, que praticamente o criou. Embora ele raramente mostre muito carinho a Julian, ele fica visivelmente chateado quando a vida de Jules parece estar em risco. Julian sai do seu caminho para tornar Ty o mais confortável possível, mostrando que eles têm um vínculo especial. Crescendo, Jules inventou maneiras de acomodar a maneira como a mente de Ty funciona e nunca o fez sentir menos ou diferente dos outros.

Amigos

Ty foi um dos primeiros entre os Blackthorn a tentar se aproximar de Kit. Dormiu em frente à porta de Kit e, com sua irmã Livvy, eles tentaram integrá-lo ao grupo e ao Instituto. Eventualmente, Ty disse a Kit que queria que Kit fosse o Watson para seu Sherlock.

Kit, familiarizado com o autismo, foi facilmente capaz de entender Ty e ajudá-lo durante seus momentos de estresse. Ambos ficaram muito próximos e confortáveis um com o outro. Sua amizade foi um grande fator na decisão de Kit de permanecer com eles e se tornar um Caçador de Sombras.

Competências e Habilidades

  • Fisiologia Nephilim: Sendo Nephilim, Ty possui uma variedade de habilidades físicas e mentais aprimoradas concedidas a ele pelo sangue de anjo de Raziel em suas veias e também pelas Marcas angelicais do Livro Gray. Isso inclui força, velocidade, agilidade, resistência e coordenação aprimoradas, que continuam a melhorar com o tempo e a prática.
    • Visão: Como um Caçador de Sombras, Ty é naturalmente e facilmente capaz de ver através das maioria das ilusões mágicas e camadas de glamour sobre a realidade.
    • Magia Rúnica: Devido ao sangue de anjo em suas veias, todos os Caçadores de Sombras são capazes de aplicar runas em sua pele sem qualquer perigo real. Essas Marcas, por sua vez, dão efeitos variados que servem para beneficiar o usuário.
    • Uso de armas celestial: Como um Caçador de Sombras, Ty também é capaz de executar tarefas únicas para sua espécie, como a habilidade de usar e apelar ao poder dos anjos para suas lâminas serafim, bem como para lidar com quaisquer armas ou objetos celestes com efeito, o que normalmente não funciona para outras espécies. Em particular, estas são ferramentas feitas de adamas e forjadas por Irmãs de Ferro.
  • Pontaria: Ty é realmente muito habilidoso em atirar facas,[7] que é arma de escolha favorita,[12] junto com o bastão.[11]
    • Empatia animal: Ty é bom com animais, até mesmo os selvagens. Ele os coleta do lado de fora e traz alguns para seu quarto no Instituto. Os animais o deixavam tocar neles e rapidamente começavam a confiar nele.

Aparições

Galeria

Veja mais aqui

Etimologia

Seguindo a tradição familiar de ter nomes gregos e latinos, o nome dele veio do imperador romano Tiberius Claudius Nero, que era casado com Livia Drusilla, nomes que Andrew deu a duas de suas irmãs, uma ocorrência intencional que Andrew achava engraçado.[13] Este Tiberius também teve alguém nomeado depois dele que se tornou um imperador romano.[14]

Curiosidades

  • Enquanto as características de Ty não se parecem exatamente com as de seus irmãos, ele se parece com seus antepassados Blackthorn,[7] como Jesse e Rupert.[15][16]

Referências

Família Blackthorn
Adelaide Blackthorn † | Aline Penhallow | Andrew Blackthorn † | Annabel Blackthorn | Arthur Blackthorn † |
Drusilla Blackthorn | Eleanor Blackthorn † | Ephraim Loss † | Eva Blackthorn † | Felix Blackthorn | Grace Blackthorn |
Helen Blackthorn | Jesse Blackthorn | John Blackthorn † | Julian Blackthorn | Livia Blackthorn † | Lucie Herondale |
Malcolm Fade † | Marjorie | Mark Blackthorn | Nerissa † | Octavian Blackthorn | Rupert Blackthorn † | Tatiana Blackthorn | Tiberius Blackthorn | Tristan Blackthorn


Esta página utiliza conteúdo de uma página da The Shadowhunters Wiki.
A lista de autores pode ser vista no histórico da página.