FANDOM


ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!

Thule é um dos muitos mundos – uma dimensão alternativa do mundo conhecido.[1]

Descrição

Thule é um mundo onde, devido à praga, nenhuma magia, exceto as de natureza demoníaca, funciona. Devido à ausência de magia angélica, a magia e as ferramentas – lâminas serafim, runas e estelas – que faziam os Caçadores de Sombras, se tornarem inúteis. Os Feiticeiros não existem mais, as fadas foram cercadas em suas terras, e a população remanescente – mundanos, antigos Caçadores de Sombras, vampiros, lobisomens – foi, por um tempo, dividida entre os que juraram lealdade a Sebastian Morgenstern e aqueles em rebelião de seu governo.

O céu em Thule também foi afetado pela praga. O sol e a lua lançavam apenas uma luz fraca e avermelhada na terra. A neblina era muito espessa, dando pouca visibilidade ao ar livre, sem luz e até mesmo sons abafados; faz os olhos e a garganta de uma pessoa arder e queimar. Diz-se que a chuva em Thule é pior que a neblina.[1]

História

Batalha do Burren

Em 2007, quando Sebastian Morgenstern convocou Lilith por seu sangue, ela teve ajuda de outro demônio que lhe permitiu que ela recuperasse sua força muito mais rápido. Durante a Batalha de Burren, quando Clary chegou em Jace com Gloriosa, Lilith lançou a espada no Inferno e matou Clary. Aparentemente por esse motivo, o próprio Sebastian matou Lilith.

Queda de Idris

Helen, Aline, Magnus Bane, Alec Lightwood, Isabelle e os outros escaparam, embora Jace permanecesse no controle de Sebastian. A morte de Clary se tornou um ponto de virada para a guerra. Sebastian juntou forças com as fadas e invadiu os Institutos e eventualmente Alicante. Sebastian e suas forças provaram ser muito poderosos para os Caçadores de Sombras, e logo sua única opção havia se tornado a fuga. Um grupo de feiticeiros abriu um Portal para um abrigo criado por Magnus e Catarina Loss em Nova York, mas só deixou crianças com menos de quinze anos passar. Aline, Helen e Mark foram deixados no Salão dos Acordos, separados de seus irmãos mais novos, até que Mark foi levado pelos feéricos.

Helen e Aline continuaram lutando em Idris com os outros. Durante esse tempo, suas terras, começando com a Floresta Brocelind, foram afetadas com a praga – entradas para demônios, permitindo que os demônios inundassem Idris. Demônios, fadas e os Crepusculares expulsaram os Caçadores de Sombras de Alicante, e logo o país caiu.

A praga começou a se espalhar para o resto do mundo, e os demônios inundaram as ruas e abateram humanos, não sendo mais capazes de se esconder dos mundanos. Assim começou a queda de Manhattan. O abrigo em Nova York caiu apenas meses depois da guerra. A praga também tornou os feiticeiros doentes; outros morreram, enquanto alguns se transformaram em demônios, afetando mais rapidamente aqueles feiiticeiros mais velhos e poderosos, ou aqueles que usavam magia com mais frequência. Quando Magnus percebeu que ele estava se transformando em um demônio, ele pediu a Alec para matá-lo. Alec fez como solicitado e se matou depois. Catarina também fugiu para evitar ferir ninguém. Com o abrigo eliminado, as crianças seguiram seus próprios caminhos. Emma e os Blackthorn ficaram juntos, e em um ponto, Emma e Julian começaram a namorar.

Catarina havia providenciado trens para levar as crianças Caçadores de Sombras e Submundanas por todo o país, devido à crença de que os demônios estavam se espalhando de leste a oeste, e que a Califórnia ainda estava limpa. Quando as crianças chegaram a uma estação, com o último trem prestes a sair, um enorme grupo de Caçadores de Sombras Malignos chegou. Julian forçou as crianças para os trens e, com Emma, conteve os Crepusculares quando o trem partiu da estação. Os dois foram prontamente transformados em Crepusculares.[1]

Salvação

Cerca de dois anos depois da guerra, duas pessoas de outra dimensão encontraram o caminho para Thule: Annabel Blackthorn e Ash Morgenstern, o filho de Sebastian e da Rainha Seelie na outra dimensão. Sebastian tomou Ash sob sua asa e aceitou Annabel em seu rebanho como um de seus torturadores.

Cerca de cinco anos depois, mais dois estrangeiros do mundo de Ash chegaram: Emma Carstairs e Julian Blackthorn. Estes dois ajudaram o grupo de Bradbury – um grupo de rebeldes em Los Angeles – a encontrar a Última Feiticeira, Tessa Gray, que então abriu a Cidade do Silêncio para eles, com a intenção de garantir os Instrumentos Mortais. O exército de Sebastian estava à espreita e os emboscou quando a Cidade do Silêncio foi reaberta, levando a um confronto. Nas mãos de Emma, a Espada Mortal foi capaz de matar Sebastian, sendo de outro mundo fora da invulnerabilidade aos guerreiros de Thule concedidos a ele por Lilith. A morte de Sebastian também resultou na destruição de seu exército Crepuscular. Emma e Julian então saíram de Thule, levando a Espada Mortal com eles e deixando o Cálice Mortal com os rebeldes na esperança de trazer os Nephilim de volta em Thule.[1]

Moradores Conhecidos

Desaparecidos/Destinos desconhecidos:

Mortos:

Feiticeiros (transformados em demônios):

Crepusculares (destruídos):

Curiosidades

  • O destino do Simon Lewis deste mundo pode ser revelado em uma parcela futura.[2]

Referências

Esta página utiliza conteúdo de uma página da The Shadowhunters Wiki. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.