FANDOM


Subjugados, também conhecidos pelo termo arcaico sombrios (darklings), são humanos que consumiram bastante sangue de vampiro para se Transformar e são considerados meio-transformados. Eles são tipicamente mundanos mantidos por vampiros para se alimentar quando eles estão com sede de sangue. Esses subjugados são leais ao vampiro que servem, atraídos por eles e esperando se tornarem vampiros uma vez que morrerem.

Descrição

Quando um vampiro decide que prefere um suprimento pronto ao invés de um lanche ocasional, os vampiros criarão um vampiro subjugado – como "máquinas de lanche ambulante", como Isabelle Lightwood apontou. Eles começarão a alimentar seus humanos com pequenas porções de sangue de vampiro para mantê-lo dócil e conectado ao seu mestre. Os subjugados adoram seus mestres e dedicam suas vidas a servi-los, querendo estar perto deles em todos os momentos. Eles seguem todos os seus mandamentos e se ofendem quando outros falam mal de seus mestres.

Este sangue de vampiro neles os torna irresistivelmente atraídos por vampiros, particularmente o vampiro cujo sangue eles têm em seu sistema, alguns implorando para serem Transformados. Ansiedade ao sol e ao ver vampiros, mesmo em filmes, são alguns sinais. Embora os efeitos devam diminuir ou desaparecer com o tempo, a maioria é atraída para o local onde recebeu o sangue, ou o vampiro de quem ingeriu o sangue. Eles começam a se sentir como se estivessem se transformando em vampiros, principalmente porque é assim que os vampiros passam seus poderes para os outros – através da troca de sangue. O processo de transformação só continuará se o Sombrio for morto, ou mordido por um vampiro e drenado de seu sangue ("morte sanguínea"). Por causa das propriedades curativas e transformadoras da saliva de vampiro, a maioria dos Sombrios sobrevivem a isso e se tornam noturnos.[1] Quando se transformam, os subjugados perdem sua natureza obediente e de adoração.

Em vez de ficarem fracos com a perda de sangue o tempo todo, as propriedades curativas da saliva vampírica ajudam-nos a viver mais – aumentando a contagem de glóbulos vermelhos, tornando-as mais fortes e saudáveis, embora ainda pareçam mais magros e pálidos.

Subjugados humanos não comem comida. Eles vivem com uma mistura de sangue de vampiro e animal, mantendo-os em estado de animação suspensa. Eles não são imortais, mas, devido ao sangue de vampiro e saliva em seu sistema, eles envelhecem muito lentamente.

A água benta é também conhecida por neutralizar os efeitos do sangue de vampiro consumido. Deve ser tomado em grandes quantidades, induzindo o vômito e a expectoração do sangue de vampiro para fora do sistema.[2]

História

Certa vez, não era contra a Lei do Pacto que um vampiro se alimentasse de um ser humano, uma vez que não os machucava, mas acabou se tornando ilegal. A criação de novos subjugados foi feita ilegal em 1962, nos 7º Acordos. Os vampiros que tinham subjugados criados antes disso tinham permissão para mantê-los – como os subjugados de Camille Belcourt – bem como para transferir os subjugados existentes para outros vampiros.

Will Herondale quase se tornou um sombrio depois que ele mordeu e engoliu um pouco de sangue de De Quincey em Anjo Mecânico.

Simon Lewis se tornou um sombrio quando ele mordeu Raphael Santiago durante a sua fuga do Hotel Dumort em Cidade dos Ossos.

Subjugados conhecidos

Referências

Esta página utiliza conteúdo de uma página da The Shadowhunters Wiki. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.