Wikia Shadowhunters BR
Advertisement
Wikia Shadowhunters BR
ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!

Se aquilo era paz e vitória, talvez guerra e luta fossem melhores, afinal.

–Pensamentos de Emma Carstairs, Cidade do Fogo Celestial

A Paz Fria é o termo usado para se referir às duras consequências do tratado assinado entre os Caçadores de Sombras e as fadas da Corte Seelie após a Guerra Maligna.[1][2][3]

Origens

Em dezembro de 2007, a Rainha Seelie decidiu se aliar a Sebastian Morgenstern, o inimigo dos Nephilim, para a Guerra Maligna – uma guerra que Sebastian e as fadas acabaram perdendo. Por seu papel na guerra, a Clave definiu um conjunto de sanções contra o Povo das Fadas que aparentemente manteria seu relacionamento o mais amigável possível.

Embora eles tenham perdido seus assentos no Conselho, Kaelie Whitewillow foi autorizada a representar a Corte Seelie e tentou implorar por leniência com a Clave para evitar uma guerra. Enbora as demandas eram difíceis para eles aceitarem totalmente, e até mesmo o representante dos feiticeiros, Magnus Bane, se opôs aos termos do tratado, Kaelie foi deixada com pouca escolha.

Termos

As sanções da Clave contra o Povo das Fadas foram as seguintes:

  • os feéricos pagariam reparações pela perda da vida dos Nephilim e do Submundo como resultado de seus ataques aos Institutos e a Praetor Lupus;
  • fadas não teriam mais permissão para ter guerreiros ou exércitos fadas armados, e qualquer um das fadas que fosse visto portando armas sem a aprovação da Clave seria legalmente morto;
  • fadas não seriam mais diretamente protegidas pela Clave sob os Acordos.

A tensão entre o Povo das Fadas e os Caçadores de Sombras tornou-se tão severa que até mesmo seus próprios Caçadores de Sombras metade-fada foram pegos no fogo cruzado, resultando em Mark Blackthorn sendo abandonado na Caçada Selvagem, e sua irmã, Helen Blackthorn, sendo exilada na Ilha Wrangel.[1]

Consequências

Magnus Bane: "Ouço coisas, boatos no Submundo, rumores de brigas por vir. O Povo das Fadas é orgulhoso, o mais orgulhoso de todos; não vai receber a humilhação da Clave sem retaliação."
Catarina Loss: "Eles são orgulhosos, porém pacientes. Podem esperar muito tempo, gerações, para se vingar. Você não pode temer que aconteça agora, quando as sombras podem não descer por anos."
―Magnus temendo a retaliação das fadas, Cidade do Fogo Celestial

Mais tarde, os feiticeiros Catarina Loss e Magnus discutiram sobre os rumores que tinham ouvido no Submundo de que o Povo das Fadas um dia procurariam se vingar dos Nephilim e do Conselho por suas sanções.[1]

Apesar da falta de envolvimento e representação dos Unseelie durante este tempo, eles foram tratados com a mesma hostilidade e os termos aplicados a eles por padrão sem sua aprovação. O Rei da Corte Unseelie, desde então, declarou guerra silenciosamente contra eles, dedicando seu tempo a desenvolver maneiras de acabar com sua raça.[4]

A paz relativa continuou por cerca de cinco anos, embora as fadas permanecessem oprimidas no que diz respeito à maioria dos Caçadores de Sombras. O ressentimento entre as duas raças continuou a crescer, embora muitos ainda esperassem por uma paz verdadeira.[5] Sem o conhecimento deles, o Rei abriu o mundo para a praga e, em 2012, foi capaz de começar a espalhar para algumas partes de Idris com a ajuda da Tropa.

A aliança dos Seres do Submundo – incluindo as fadas – e vários Caçadores de Sombras contra o antigo Rei Unseelie e a Tropa levou ao fim da Paz Fria.

Mesmo com a Paz Fria dissolvida, isso teria consequências duradouras, já que o relacionamento entre os Caçadores de Sombras e as fadas estava, aparentemente, irreversivelmente danificado. Como o novo Cônsul, Alec Lightwood começou a trabalhar com a Aliança entre Caçadores de Sombras e Submundo – especificamente Mark Blackthorn e Cristina Rosales como embaixadores de Faerie – para reconectar e reconstruir a relação da Clave-Exilada com os feéricos.[4]

Referências

Esta página utiliza conteúdo de uma página da The Shadowhunters Wiki. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.
Advertisement