Wikia Shadowhunters BR
Advertisement
Wikia Shadowhunters BR
Versão Alternativa
ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo de Corrente de Ferro a seguir. Aconselhamos atenção!

Eu vim aqui para trazer o verdadeiro amor de volta dos mortos.

–Malcolm, Dama da Meia-Noite

Malcolm Fade era um poderoso feiticeiro e o Alto Feiticeiro de Los Angeles.

Biografia

Vida Pregressa

Nascido na Inglaterra, Malcolm foi levado quando criança pela família Blackthorn. Ele morou no Instituto da Cornualha como uma tutela, onde ficou muito próximo e acabou se apaixonando pela Caçadora de Sombras Annabel Blackthorn. Como o relacionamento deles era anterior aos acordos, a família de Annabel os proibiu de ficarem juntos. O casal então roubou o Volume Negro dos Mortos do Instituto, pois Malcolm afirmou que isso lhes daria a liberdade. Eles foram presos e, enquanto Malcolm escapou, Annabel foi questionada e torturada. Malcolm soube mais tarde que Annabel escolheu se tornar uma Irmã de Ferro e foi enviada para a Cidadela Adamant.[1]

Isso deixou Malcolm de coração partido e mudado para sempre, tendo perdido a única coisa que importava para ele. Eventualmente, ele passou a aceitar isso como sua escolha e estava contente em acreditar que ela estava feliz na Cidadela. Apesar de aceitar isso, ele nunca seguiu em frente, até mesmo planejando um dia deitar ao lado de seu lugar nas Tumbas de Ferro pela eternidade, quando ela finalmente morresse.[2]

Ainda assim, ele passou a ter uma aversão aos Caçadores de Sombras – especialmente a família Blackthorn – e uma afinidade com as fadas.[3] Em um ponto, ele também se tornou amigo de outros colegas feiticeiros Ragnor Fell,[4] Magnus Bane e Catarina Loss.[5]

Alto Feiticeiro de Londres

Na virada do século 20, Malcolm chegou a Londres e anunciou que ele estaria assumindo a posição de Alto Feiticeiro, já que Ragnor Fell estava renunciando e ninguém tinha visto Magnus. Embora ele tenha tomado a iniciativa de se encontrar com os diretores do Instituto de Londres após assumir o controle, Malcolm ainda acreditava que era melhor manter os Caçadores de Sombras e os feiticeiros separados.

Enquanto em Londres, ele comprou um pedaço de propriedade e permitiu que sua amiga Hypatia Vex dirigisse um salão chamado Hell Ruelle em algumas noites. Ele estava trabalhando na porta em uma noite em particular em agosto de 1903, quando três Caçadores de Sombras chegaram. Tendo visto Anna Lightwood e Matthew Fairchild lá antes, ele permitiu que eles passassem facilmente, mas parou Cordelia Carstairs por um momento para garantir que ela não era uma Blackthorn antes de deixá-la entrar. Mais tarde naquela noite, ela salvou a ele e a Hypatia de serem envenenados por sua convidada sereia, Arabella. Para pagar a dívida de suas vidas, ele e Hypatia transmitiram alguns rumores que ouviram para ajudá-los na investigação de alguns recentes ataques de demônios. Em sua gratidão, ele também enviou a Matthew e Cordelia um pacote de lâminas trabalhadas por fadas.[3]

Descobrindo a Verdade

Alguns meses depois, Lucie Herondale e Grace Blackthorn o abordaram pedindo sua consulta e ajuda em necromancia. Malcolm inicialmente negou, considerando isso como moralmente errado. Grace então disse que poderiam conseguir informações de Annabel e ele concordou em examinar o assunto.

Quando elas retornaram em seguida, ele disse que sabia que elas estavam tentando trazer Jesse Blackthorn de volta e da magia não ortodoxa que um feticeiro contratado por Tatiana Blackthorn utilizou nele após sua morte. Ele exigiu que elas contassem as notícias de Annabel que elas tinham para ele antes de dar mais informações. Ele esperava ouvir que ela desejava não ter contato com ele, mas, em vez disso, Grace explicou que ela estava morta, assassinada por sua família deviso a seu caso com ele, e que ela nunca se tornou uma Irmã de Ferro. Ele se recusou a acreditar nela, dizendo que ela não podia saber, mas quando ela lhe apresentou um cristal de alétheia como prova, ele ficou furioso, dizendo que mataria a todos e exigiu que as meninas saíssem de seu escritório.

Mais tarde, ele abordou Lucie no Mercado das Sombras de Londres, desculpando-se por seu comportamento, mas dizendo que ainda não a ajudaria, já que a necromancia era inerentemente errada e não havia nada nela para ele. Lucie então fez uma barganha com ele, explicando sua habilidade de contatar os mortos, mesmo que eles não fossem um fantasma, oferecendo a ele a chance de encontrar o corpo de Annabel para que ele pudesse ressuscitá-la também. Ele concordou e eles fizeram um acordo que levaria o corpo de Jesse para sua casa perto de Fowey para tentar ressucitá-lo.

No dia seguinte, ele chegou a Mount Street Gardens após o ataque de Belial e curou Charles Fairchild. Ele assegurou aos outros presentes que o ataque de Leviatã ao Instituto de Londres havia terminado e carregou o corpo não mais possuído de Jesse através de um Portal até lá. Depois de colocar o corpo no Santuário, ele e Lucie fizeram planos para se encontrar naquela noite para roubar seu corpo de volta e ir para a Cornualha. Quando ele chegou naquela noite, ficou com raiva ao descobrir Lucie perdendo a consciência e Jesse vivo; ainda assim, ele conduziu os dois para sua carruagem. Malcolm também fez questão de bloquear qualquer um de rastreá-los enquanto estivessem fora.[2]

Em algum ponto, Malcolm ficou obcecado em encontrar maneiras de ressuscitá-la dos mortos. Ele também soube mais tarde que o poema "Annabel Lee" era sobre ela. Malcolm logo desenvolveu um ódio profundo por seus amigos feiticeiros – Magnus, Catarina e até mesmo Tessa Gray – os quais ele acreditava terem mentido para ele sobre Annabel. No entanto, ele apresentou uma fachada que o fez parecer excêntrico e amigável e, portanto, inofensivo, para que ninguém soubesse de seus verdadeiros sentimentos e planos.

Malcolm foi ao Rei Unseelie para obter conselhos. Quando o Rei precisou de um favor dele, ele obrigou e pediu informações que pudessem ajudá-lo em troca. O Rei lhe deu uma rima, o que ele acreditava ser o feitiço que a traria de volta. Ele decifrou eventualmente, apenas para descobrir que era mais instruções que lhe diziam que o feitiço de que ele precisava estava no Volume Negro dos Mortos. Durante este tempo, ele também se familiarizou com o braço direito do rei, Iarlath, que mais tarde fez um acordo com ele.[6]

Guerra Maligna

Malcolm levou quase um século para traduzir a rima e encontrar o livro. Em meados de 2007, Malcolm se mudou para Los Angeles, onde sabia que o livro estava sendo mantido.[6] Ele logo se tornou o Alto Feiticeiro da área.[5]

Malcolm usou esse tempo para abrir uma entrada para um local de convergência em L.A. para usar como sua base. Ele escreveu as palavras do poema Annabel Lee nas paredes da caverna da convergência e preparou os instrumentos que ele precisaria para a ressurreição.[6] Para manter as aparências, ele também deu uma grande festa do Submundo em Veneza para celebrar sua vitória na Guerra Mortal. Supostamente ele roubou o local de Barnabas Hale – que acabou estragando a festa, literalmente, e o acusando de roubar não apenas a mansão, mas a posição de Alto Feiticeiro. A dupla lutou magicamente e toda a mansão desabou. Barnabas acabou sendo mandado embora por Magnus Bane e Malcolm rapidamente passou a discutir onde ele poderia dar a festa do dia seguinte, já que era para ser uma celebração de vários dias.[7]

Meses depois, em dezembro de 2007, após o ataque de Sebastian Morgenstern ao Instituto, Malcolm aproveitou a rara oportunidade de o Instituto estar vazio para roubar o livro preto – o Volume Negro dos Mortos – de sua biblioteca. Lá, ele digitalizou o Volume e viu o feitiço que ele precisava; ele descobriu que exigia o sacrifício da vida de Caçadores de Sombras. Naquele momento, John e Cordelia Carstairs chegaram. Embora não tenha sido parte de seu plano, ele acabou matando-os para testar o feitiço. O ritual falhou, e ele jogou seus corpos no oceano, sabendo que os Caçadores de Sombras preocupados assumiriam que era um feito de Sebastian.[6]

Malcolm foi uma das primeiras pessoas a descobrir que Magnus e o resto dos representantes do Conselho Submundano foram capturados por Sebastian. Ele foi a Nova York para informar Catarina. Juntos, os dois feiticeiros encontraram-se com a matilha de lobisomens local para transmitir as notícias, bem como para se aliar com eles e tentar ajudar a unir os Seres do Submundo contra Sebastian. Ele retornou algum tempo depois em nome de Catarina, que estava tendo um problema com demônios no Hospital Beth Israel, onde ela trabalha.[5]

Enquanto em L.A., Malcolm começou a aceitar empregos na indústria cinematográfica. Ele seria contratado por magia, ou para garantir o sucesso de um filme. Malcolm muitas vezes investiu demais nos argumentos e pressionou por finais felizes ou romance no filme; como resultado, ele não teve muitos clientes repetidos.[8] Malcolm fez isso como um dos seus caminhos para "trazer o amor verdadeiro de volta dos mortos". Malcolm também começou a procurar remédios para o novo diretor do Instituto de LA Arthur Blackthorn, cuja saúde mental estava se deteriorando, como solicitado por seu sobrinho Julian.[6]

Guardião

Malcolm passou os próximos anos após seu primeiro sacrifício falhado para estudar e aperfeiçoar o feitiço. Ele moveu o corpo de Annabel de seu túmulo na Cornualha para a convergência – especificamente, no oceano perto do local que tinha janelas que levaram ao oceano. Uma das coisas que ele finalmente aprendeu foi que a palavra 'mandrágora' no feitiço representava main de gloire - as Mãos da Glória. Percebendo que ele precisaria das mãos dos assassinos, ele reuniu um grupo de seguidores que mataria por ele, em troca da falsa sensação de sucesso que ele lhes daria.

Para cumprir completamente seus planos sem a interferência da Clave, ele distraiu Emma Carstairs – a quem ele sabia estava decidida a encontrar o assassino de seus pais – e seus amigos com pistas falsas e com Iarlath devolvendo o irmão Mark aos Blackthorn em troca de aparentemente ajudar as fadas, sabendo que isso era contra a Paz Fria. No entanto, suas pistas, além da astúcia das crianças, inadvertidamente ainda ajudaram a rastrear tudo de volta para ele.

Eventualmente, Malcolm percebeu que ele estava ficando sem tempo, e então ele sequestrou o Blackthorn mais novo, Tavvy, e tentou matá-lo e usar seu sangue Blackthorn para completar o ritual necromante. No entanto, ele foi interrompido e confrontado pelos Blackthorn e seus aliados no local da convergência. Mais tarde, ele foi esfaqueado por Emma antes de poder completar o ritual e foi sugado pela porta do oceano na caverna. Seu sangue chegou a Annabel, despertando-a.[6]

Morte

Sua morte desencadeou vários eventos devido a feitiços que ele havia lançado em vida. Seus feitiços de proteção ao redor da casa de Johnny Rook caíram repentinamente,[6] e os demônios marinhos em torno de Los Angeles que estavam sob seu controle foram libertados. Por causa das contingências que ele montou antes de sua morte, o cadáver de Malcolm – arruinado pela água do mar – foi reanimado com a magia do Volume Negro dos Mortos. Com uma parte de seu exército de demônios do mar, Malcolm atacou o Instituto de Los Angeles e fez seu retorno conhecido aos Caçadores de Sombras. Malcolm mais uma vez exigiu sangue Blackthorn no dia seguinte e partiu, deixando os habitantes do Instituto para enfrentar os demônios.

Arthur Blackthorn mais tarde foi ao seu antigo local de convergência e chamou-o para fora. Malcolm o levou para a Igreja de Porthallow, onde Arthur ofereceu sua vida pela segurança de sua família. Malcolm aceitou e matou Arthur, derramando seu sangue sobre a semi-acordada Annabel. Malcolm ficou muito feliz quando Annabel acordou, mas, sem que ele soubesse, ela estivera meio viva e em agonia por cinco anos – desde a partida parcial do ritual matando os pais de Emma. Vendo o corpo de Arthur no chão chateou Annabel ainda mais, e ela esfaqueou Malcolm até a morte com a faca que ele usou para matar Arthur.

Sua morte final impediu o aumento da atividade dos demônios marinhos, e os Centuriões suspeitaram que Malcolm havia morrido, desta vez para sempre. A membro da Tropa, Zara Dearborn, recebeu o crédito por sua morte, pela qual ela foi celebrada por alguns membros da Clave.[1]

Descrição Física

Malcolm era um homem alto com um rosto angular, cabelos brancos, olhos roxos e era estranhamente atraente. Ele tinha a aparência de um homem de vinte e sete anos de idade.

Habilidades e Competências

  • Imortalidade: Como um feiticeiro, Malcolm era imortal. Fisicamente, Malcolm não envelhecia e manteve a aparência de um jovem de vinte e sete anos por mais de dois séculos.
  • Magia: Malcolm tinha acesso a poderes mágicos. Malcolm era capaz de lançar feitiços e realizar rituais de invocação.
  • Necromancia: Malcolm era capaz de realizar necromancia.

Aparições

Galeria

Veja mais aqui

Etimologia

Malcolm é um nome de origem escocesa e significa "devoto de São Columba".

Curiosidades

  • Embora Malcolm afirme ter aprendido a verdade sobre Annabel com as fadas, ele na verdade aprendeu através de Grace Blackthorn e Lucie Herondale.[2]
  • Por algum motivo, Malcolm afirma ter nascido em 1850 — muito provavelmente uma mentira intencional.[6]
  • Malcolm plantava atropa belladonna – erva-moura mortal, uma planta venenosa nativa da Cornualha – em sua base, o ponto de convergência na Califórnia.[6]

Referências

Feiticeiros
Aldous Nix † | Alta Feiticeira da Cidade do México | Anne Shade † | Baba Agnieszka | Barnabas Hale | Catarina Loss | Clancy | Dominique du Froid † | Elias † | Elphas | Emmanuel Gast † | Filho da Juliette | Hypatia Vex | Isaac Laquedem |
John Shade † | Kwasi Bediako | Leopolda Stain † | Madran | Mãe da Dorothea | Magnus Bane | Malcolm Fade † | Marvin | Max Lightwood-Bane | Mei | Mori Shu † | Mãe da Dorothea † | Ragnor Fell | Shinyun Jung | Sra. Black † | Tessa Gray
Esta página utiliza conteúdo de uma página da The Shadowhunters Wiki. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.
Advertisement