FANDOM


Versão Alternativa
ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!
Eu percebi uma coisa. Eu quero ser igual a você, Jules. Não neste segundo, nem agora, mas um dia. Quero cuidar das pessoas, de outros Caçadores de Sombras, de pessoas que precisam de mim. Quero dirigir um Instituto.

–Livvy para Julian, Senhor das Sombras

Livia Blackthorn era uma Caçadora de Sombras do Instituto de Los Angeles. Ela era uma das sete crianças Blackthorn, e a irmã gêmea de Tiberius Blackthorn.

Biografia

História

Livia nasceu na família Blackthorn, sendo filha de Andrew e Eleanor Blackthorn, em 1997. Ela é a quarta criança de uma família de sete filhos, incluindo os meios-irmãos Helen e Mark, e nasceu alguns minutos antes de seu irmão gêmeo Ty.[1][2][3][4] Livia permanece entre as poucas pessoas por quem Ty não se importa de ser tocado, assim como uma das poucas pessoas que podem efetivamente acalmá-lo.

Uma jovem Livvy estava com Helen, Jules e Ty enquanto sua família visitava o Instituto de Nova York em 2007. De acordo com Jules, ela e Ty estavam comendo cera, deixando Helen desesperada.[5]

Guerra Maligna

Em dezembro de 2007, o Instituto de Los Angeles foi atacado por Sebastian Morgenstern e seu exército Crepuscular. Junto com seus irmãos (com exceção de Mark e Helen, onde a última estava em Alicante no momento do ataque), Livia conseguiu escapar através de um Portal, que foi aberto pela Clave após o pedido de emergência de Jules.

Uma vez lá, Livia estava entre as crianças que foram interrogadas com a Espada Mortal, depois de descobrir que seu pai estava entre os membros da Clave que foram Transformados em Caçadores de Sombras Malignos pelo Cálice Infernal. Eventualmente, eles também descobriram que seu irmão Mark foi forçado a se juntar a Caçada Selvagem.

A próxima vez em que viram seu pai foi durante a batalha em Alicante, enquanto as crianças foram mandadas para o Salão dos Acordos. Lá, Andrew rapidamente encontrou suas crianças e imediatamente começou a se aproximar ameaçadoramente, Jules viu que seu pai tinha realmente partido depois de ser transformado e então matou ele antes que ele pudesse machucar Ty ou os outros irmãos. Quando Ty teve um ataque depois, Lívia tentou acalmar ele, sabendo que Jules não teve escolha além de fazer o que fez.[6]

Eventualmente as crianças voltaram para Los Angeles onde seu tio, Arthur, que se juntou a eles pouco depois tomou posse como diretor do Instituto de Los Angeles. Ele permaneceu uma figura distante, no entanto, enquanto sua nova tutora, Diana Wrayburn, e Julian estavam mais envolvidos com a sua criação.[7]

O Guardião

Em agosto de 2012, seu meio-irmão Mark foi devolvido à família Blackthorn da Caçada Selvagem como parte da barganha para fazê-los investigar quem estava matando fadas. Livvy e Ty foram frequentemente encarregados de realizar pesquisas para a investigação, e eles mais tarde insistiram em fazer parte do resgate de Tavvy quando Malcolm Fade, quem eles descobriram ser o Guardião, o sequestrou.[7]

Depois da morte de Malcolm, Livvy aproximou-se de Kit Herondale, que começou a passar tempo com ela e Ty. Quando Livvy o viu sozinho uma vez, ela pediu a Kit para beijá-la, querendo experimentar ser beijada, mas não tendo a oportunidade de conhecer alguém decente o suficiente, que fosse da idade dela até Kit chegar. A dupla não tinha sentimentos um pelo outro e Livvy depois esclareceu que não queria ser nada mais que amiga, e Kit não se opôs, apenas satisfeito por ser amigo dela e de Ty.

Livvy se juntou a Ty e Kit para investigar a história de Annabel Blackthorn e foi ferida em uma briga no Mercado das Sombras de Londres, assustando Ty. Livvy e os meninos mais tarde descobriram os planos de Zara Dearborn de fazer parte do Instituto de Los Angeles e disseram a sua tutora, Diana Wrayburn, sobre isso.

Depois que Annabel Blackthorn ressuscitou dos mortos por Malcolm, os Blackthorns a levaram a Idris com a esperança de provar que Zara Dearborn, a líder não oficial dos Centuriões e da Tropa, estava mentindo sobre ter matado Malcolm. Enquanto estava em julgamento, a atitude de Annabel mudou; empunhando os cacos da Espada Mortal quebrada, Annabel matou Robert Lightwood e Livia, apunhalando-a no peito depois dela ter se esforçado para entregar uma espada a Julian para que ele se protegesse.[8]

Vida Após a Morte

No dia seguinte à reunião, o corpo de Livvy foi queimado em seu funeral, realizado ao mesmo tempo que o de Robert. Ty não foi capaz de aceitar a morte dela e se recusou a aceitá-la como final. Ele escalou a pira funerária dela para recuperar seu colar de ouro, com a intenção de trazê-la de volta com um feitiço de ressurreição encontrado no Volume Negro dos Mortos. Ty eventualmente reuniu todos os ingredientes necessários para o ritual com a ajuda de Kit e Shade, os quais apenas pretendiam garantir sua segurança, enquanto secretamente esperavam que ele acabasse desistindo.

Pouco depois de sua morte, Julian nomeou a resistência contra a Tropa de "Vigilância de Livia", em homenagem a sua memória e como uma lembrança de todas as perdas sofridas por causa da Tropa, desenhando a bandeira com um sabre e seu medalhão para representá-la.

Na noite anterior à batalha contra a Tropa, Ty finalmente realizou o ritual no Lago Lyn, apesar das tentativas de Kit de detê-lo. No entanto, o feitiço só foi parcialmente bem sucedido por causa do catalisador corrupto que Ty usou, e Livvy só foi trazida de volta na forma de um fantasma. Livvy se desesperou por ser repentinamente levada de volta ao mundo dos vivos e às consequências que Ty algum dia teria que pagar. Ela desapareceu por um tempo, apenas reaparecendo na noite seguinte para liberar Kit e Ty de suas ligações mágicas para chegar a Emma e aos Blackthorn no campo de batalha.

De acordo com Magnus Bane, seu fantasma ficou amarrado a Ty, embora seus reaparecimentos continuassem esporádicos. Depois da batalha, ela estava nas Basilias quando Julian e Emma recuperaram a consciência. Ela também estava na praia no casamento de Magnus e Alec, vista apenas por Ty e Kit.

Quando Ty decidiu comparecer a Scholomance, Livvy o seguiu. Poucos meses depois, em 2013, enquanto experimentava suas habilidades perto de Dimmet Tarn, Livvy encontrou um filhote de lince e alertou Ty, que o recuperou e trouxe de volta para o Scholomance para cuidar dele. Mais tarde, ela conseguiu se teletransportar perto o suficiente da cidade de Alicante para ouvir uma discussão entre Zara e Manuel sobre os planos da Tropa para um futuro ataque. Continuando a testar os limites de suas habilidades, ela visitou o Instituto de Los Angeles e a casa de Jem e Tessa em Devon, onde conversou com Kit e observou Tessa pouco antes de dar à luz.

Enquanto em Devon, Livvy brevemente considerou tomar o corpo do feto de Tessa para ter uma nova vida; sua aflição com esse pensamento horrível fez com que as janelas do conservatório em que ela estava se quebrasse, alarmando Tessa, Jem e Magnus, que notou Livvy e rapidamente assegurou ao casal que tudo estava bem. Enquanto esperava para conversar com Magnus, Livvy sentiu que Ty estava em perigo e retornou a Scholomance, onde encontrou seu irmão inconsciente e sendo tratado por Catarina Loss.

Quando Magnus chegou, ele explicou a Livvy que, por estar vinculada a Ty, ficar longe dele teria um efeito negativo em ambos; Ty tomaria a tensão de ser preso aos mortos através de um feitiço necromântico falho, e Livvy perderia um pouco de sua humanidade e se tornaria mais como um fantasma regular e perigoso. Magnus então deu a Livvy uma corrente de prata para Ty usar que iria protegê-lo dos efeitos do feitiço, que ela deu para Ty quando ele acordou e o lembrou de tentar escrever para Kit para agradecer.[9]

Personalidade e Traços

Livia era ferozmente protetora das pessoas com quem ela se importava. Quando Tiberius e Kit começaram a se aproximar, Livia estava preocupada com o fato de que Kit pudesse ferir Ty e até mesmo lhe confronta sobre quanto tempo ele ficaria com os Blackthorns. Isso também foi visto durante as lutas, onde ela costumava se mover para proteger Tiberius ou Kit. Ela era forte e corajosa, e estava mais do que disposta a colocar-se em risco se isso significasse que seus entes queridos estavam seguros.[8] Ela também teve que ser retida quando Octavian estava visivelmente com problemas.[7]

Livia admirava seu irmão mais velho, Julian. Ela planejava comandar um Instituto quando envelhecesse, querendo ser como ele. Quando ele não estava por perto, sentiu que deveria estar no comando e intensificou esse papel.[8]

Livia era muito astuta e, muitas vezes, se entregava a altas travessuras com Tiberius. Isso incluia mexer com seus irmãos, espiar as pessoas no Instituto e ir para lugares que eles sabiam que não deveriam ir.[7][8]

Ela também era imaginativa, podendo criar cenários dramáticos e um pouco romântico apenas observando as pessoas, querendo que Cristina e Julian se apaixonassem quando conheceu Cristina e querendo que Alec e Magnus se casassem.[7][8]

A arma favorita de Livia era o sabre. Ela escolheu quando tinha doze anos e trabalhou arduamente para se certificar de que ela era boa em esgrima. Ela poderia conversar ansiosamente sobre tipos de sabres e seus punhos, especialmente punhos de pistola.[7]

Descrição Física

Lívia possuia cabelo castanho escuro e os olhos azuis esverdeados, marca registrada dos Blackthorn.

Habilidades e Competências

  • Fisiologia Nephilim: Sendo Nefilim, Livia possuia uma variedade de capacidades físicas e mentais melhoradas concedidos a ela pelo sangue do anjo Raziel em suas veias e também pelas marcas angelicais do Livro Gray. Isso inclui maior força, velocidade, agilidade, resistência e coordenação, que melhora ao longo do tempo e prática.
    • Visão: Como uma Caçadora de Sombras, Livia era capaz de ver facilmente através da maioria das ilusões mágicas e camadas de glamour sobre a realidade.
    • Magia Rúnica: Devido ao sangue de anjo em suas veias, todos os Caçadores de Sombras são capazes de aplicar runas em sua pele sem qualquer perigo real. Estas marcas, por sua vez, dão efeitos variados que servem para beneficiar o usuário.
    • Uso de armas celestiais: Como uma Nefilim, Livia também era capaz de lidar com armas celestiais, tais como Lâminas Serafim, com efeitos que normalmente não iriam funcionar para outras espécies. Em particular, estas são armas feitas de Adamas e forjadas por Irmãs de Ferro.
  • Esgrima: Livia era uma esgrimista e lutadora hábil com espadas, especialmente com seu sabre equipado.

Pertences

Relacionamentos

Livvy era muito próxima de seu irmão gêmeo Ty e era muito protetora com ele – ela estava constantemente tentando protegê-lo da dor física e emocional. Ela o conhecia muito bem – conhecia seus hábitos e tiques – e sabia exatamente o que fazer para acalmá-lo e como explicar coisas que ele achava confusas ou que não entendia.

Por um longo tempo, ela queria se tornar parabatai com Ty, mas ele não estava interessado, principalmente por causa de seu desejo de ir para a Scholomance.[7] Depois que Livvy se feriu no Mercado das Sombras de Londres, Ty se preocupou muito com ela; quando Magnus disse a eles que Livvy tendo um parabatai a teria ajudado, Ty decidiu e depois disse a ela que eles deveriam se tornar parabatai assim que as coisas se acalmassem.[8]

Livvy, junto com Ty, ficou perto de Kit quando ele veio ao Instituto, rapidamente fazendo amizade com ele assim que ele permitiu. Os gêmeos o fizeram se sentir bem-vindo, sempre fazendo-o andar junto com eles, e o ajudou a se ajustar à sua nova vida. Os três se tornaram um time, quase sempre juntos durante suas tarefas e seu tempo livre. Quando Livvy viu Kit sozinho, ela o confrontou sobre se ele pretendia ou não ficar com eles, porque ele estava se aproximando muito de Ty, a quem ele machucaria se decidisse ir embora. Ela pediu a Kit que não mentisse para Ty e não levantasse suas esperanças.

Kit também foi o primeiro beijo de Livvy – ela quis experimentar um beijo por um tempo, mas nunca conheceu alguém decente que tivesse a idade dela até Kit chegar, então ela pediu a ele para beijá-la, sem amarras ou sentimentos românticos de qualquer um deles. Os dois mais tarde esclareceram que não deveriam fazê-lo novamente, com Livvy dizendo que ela não achava que eles deveriam ser mais do que amigos.

Aparições

Galeria

Veja mais aqui

Etimologia

Seguindo a tradição familiar de nomes gregos e latinos, Andrew deu a ela o nome de Livia, em homenagem a uma imperatriz romana que era casada com Tibério Cláudio Nero, nome que Andrew deu a seu irmão gêmeo, um caso deliberado que Andrew achou engraçado.[11]

Curiosidades

  • Livvy também tem uma mente matemática. Ela é fascinada por padrões de fractal. Ela frequentemente ajudava seus irmãos quando lutavam para compreender seus exercícios de matemática. Ela e Ty escolheram o hobby de estudar computadores — enquanto Ty gostava de analisar e organizar os padrões, ela estava mais envolvida com o aspecto matemático da programação e codificação.[7] Às vezes, até mesmo sua tutora Diana gostaria que ela pudesse ir para a faculdade e fazer um curso de matemática de nível superior.[10]
  • Os quartos de Livvy e de Ty são um de frente para o outro. Seu quarto é limpo e bem decorado. A cabeceira da cama é coberta com tecido decorado com um padrão de copos de chá, brilhantes bijuterias pendem de telas pregadas na parede e livros sobre computadores e linguagens de programação são empilhados em filas ordenadas por sua cama.[7]

  • Ela e Ty eram para ser, originalmente, apenas nove meses mais novos que Jules.[12] Eles também teriam uma linguagem de gêmeos que eles mesmos criariam e apenas eles conseguiriam entender.[13]
  • Em versões ou planos anteriores, ela achava seu próprio nome estranho e acabaria, portanto, muitas vezes dizendo às pessoas que o nome dela era Olivia.[11]

Referências

Família Blackthorn
Adelaide Blackthorn † | Aline Penhallow | Andrew Blackthorn † | Annabel Blackthorn | Arthur Blackthorn † |
Drusilla Blackthorn | Eleanor Blackthorn † | Ephraim Loss † | Eva Blackthorn † | Felix Blackthorn | Grace Blackthorn |
Helen Blackthorn | Jesse Blackthorn | John Blackthorn † | Julian Blackthorn | Livia Blackthorn † | Lucie Herondale |
Malcolm Fade † | Marjorie | Mark Blackthorn | Nerissa † | Octavian Blackthorn | Rupert Blackthorn † | Tatiana Blackthorn | Tiberius Blackthorn | Tristan Blackthorn
Caçadores de Sombras Notáveis
Abigail Caçadora de Sombras | Alastair Carstairs | Alec Lightwood | Aline Penhallow | Aloysius Starkweather † |
Amatis Herondale † | Andrew Blackthorn † | Anna Lightwood | Annabel Blackthorn † | Anush Joshi | Ariadne Bridgestock | Arthur Blackthorn † | Ash Morgenstern | Barbara Lightwood | Beatriz Mendoza | Cameron Ashdown | Cecily Herondale | Céline Herondale † | Charles Fairchild | Charlotte Fairchild | Christopher Lightwood | Clary Fairchild | Cordelia Carstairs | Cristina Rosales | David, o Silencioso | Diana Wrayburn | Diego Rosales | Divya Joshi | Drusilla Blackthorn |
Edmund Herondale | Emma Carstairs | Ephraim Loss † | Eugenia Lightwood | Gabriel Lightwood | Gideon Lightwood | Grace Blackthorn | Helen Blackthorn | Henry Branwell | Hodge Starkweather † | Horace Dearborn † |
Imogen Herondale † | Irmão Enoch | Irmão Jeremiah † | Irmão Zachariah | Isabelle Lightwood | Jace Herondale |
Jaime Rosales | James Herondale | Jem Carstairs | Jessamine Lovelace † | Jesse Blackthorn | Jia Penhallow | Jocelyn Fray | Jon Cartwright † | Jonathan Caçador de Sombras | Julian Blackthorn | Julie Beauvale † | Kit Herondale |
Livia Blackthorn † | Lucie Herondale | Luke Garroway | Manuel Villalobos | Marisol Garza | Mark Blackthorn |
Maryse Lightwood | Matthew Fairchild | Max Lightwood † | Michael Wayland † | Mina Carstairs | Octavian Blackthorn | Rafael Lightwood-Bane | Robert Lightwood † | Roland Loss | Rosemary † | Sebastian Morgenstern † | Sebastian Verlac † | Simon Lewis | Sona Carstairs | Sophie Collins | Stephen Herondale † | Tatiana Blackthorn | Tessa Gray | Thais |
Thomas Lightwood | Tiberius Blackthorn | Tobias Herondale † | Valentim Morgenstern † | Wayland, o Ferreiro |
Will Herondale † | Zara Dearborn
mais...
Esta página utiliza conteúdo de uma página da The Shadowhunters Wiki. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.