Wikia Shadowhunters BR
Advertisement
Wikia Shadowhunters BR
Outra versão
ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!

Você sabe que não é bobagem para mim. Sabe que quero criar alguma coisa que torne o mundo melhor, que melhore as coisas para os Nephilim.

–Henry para Charlotte Branwell, Príncipe Mecânico

Henry Branwell é, além de ser um Caçador de Sombras, um renomado cientista e inventor. Ele é o marido de Charlotte Branwell e é o pai de Charles e Matthew Fairchild.

Biografia

Vida Pregressa

Henry nasceu filho de Buford Branwell e uma mulher desconhecida. Quando ele era jovem, era obcecado por redesenhar eletrodomésticos, mas depois de um incidente em que ele destroçou um espremedor, seus pais o encorajaram a se concentrar em atividades mecânicas.[3]

Em um ponto, o jovem Henry conheceu e se apaixonou por Charlotte, filha do bom amigo de seu pai, Granville Fairchild. Ele nutria esses sentimentos por toda a sua vida, até que, em um ponto, ele finalmente reuniu a coragem de pedir ao pai de Charlotte sua mão em casamento. Enquanto o par se casou e se dão muito bem, Henry sempre assumiu que ela não retribuía seus sentimentos e só concordou com o casamento porque precisava ter um marido para ser autorizada a comandar um Instituto; Por outro lado, Charlotte acreditava que ele se casou com ela para pagar a dívida de sua família. Apesar da inconsciência dos sentimentos um do outro, ambos estavam satisfeitos com a forma como as coisas iam e só esperavam que o outro acabasse por amá-los em tempo.

"Líder" do Instituto

Oficialmente, Henry foi nomeado o chefe do Instituto de Londres, embora todos soubessem que o envolvimento de Henry em realmente executar o Instituto foi mínimo. Com seu próprio laboratório na cripta abaixo do Instituto, Henry manteve-se mais interessado e focado em suas pesquisas e invenções, em vez de a política da Clave.

Em 1878, Henry usou sua habilidade em mecânica para tentar descobrir como funcionavam as criaturas mecânicas de Mortmain.[4] Ele desenvolveu uma máquina que interrompeu os mecanismos internos que executam os autômatos, levando-os a separar-se e explodir. Quando Will e algumas das outros ficaram feridos pela explosão, Henry ficou arrasado pela culpa e permaneceu em sua cripta por dias.[5]

Era fim de julho do mesmo ano, quando Henry e Charlotte finalmente falaram sobre como eles realmente se sentiam um pelo outro. Durante o jantar comemorando a permanência na liderança do Instituto, Charlotte também anunciou que ela e Henry teriam seu primeiro filho. Henry alegremente recebeu a notícia e imediatamente proclamou que o nome da criança será Buford, em homenagem ao seu pai, para desgosto e recusa de Charlotte.

Eventualmente, Henry desenvolveu um protótipo do Portal. Magnus Bane estava evidentemente impressionado com suas invenções e se ofereceu para ajudá-lo. Através de sua magia e runas de feiticeiro, eles foram capazes de fazer o Portal funcionar a tempo para a sua viagem a Cadair Idris no País de Gales.

Aleijado

Uma vez lá, o pequeno grupo foi confrontado por um exército de autômatos demoníacos. Quando Henry tentou examinar um deles que estava imóvel, a criatura mecânica aparentemente se ativou e feriu Henry gravemente. Ele quase morreu, embora Magnus tenha o salvado com magia, mas, como os Irmãos do Silêncio, não foi capaz de trazer de volta a sensação perdida das pernas.

Surpreendentemente, Henry aceitou sua paralisia bastante bem. Ele apenas recebeu a notícia com a sua coragem de costume. Em vez disso Henry foi levado a projetar e construir uma cadeira de rodas para si com rodas automotores e outros equipamentos que lhe permitem subir e descer as escadas para o porão do Instituto, em particular às suas invenções

Henry e Charlotte, então, decidiram nomear seu primeiro filho Charles Fairchild, recebendo o sobrenome de Charlotte desde que ela era Cônsul, e Henry ainda consistentemente insistiu em dar-lhe o nome do meio Buford; se Charlotte foi obrigada ou não ainda é um segredo.[6] Sete anos mais tarde, eles tiveram um segundo filho, Matthew.

Matthew cresceu cuidando do comportamento cada vez mais excêntrico e imprudente de Henry quando se trata de suas invenções e experiências.[7] Ele também se deu bem com, e até mentorou, o filho de Cecily e Gabriel, Christopher Lightwood, um jovem inventor.[3][8]

Depois que Matthew, Christopher, James e Thomas foram expulsos da Academia dos Caçadores de Sombras, Henry assumiu como tutor deles junto com Sophie.[9]

Em 1901, Charlotte engravidou novamente. Desta vez, eles estavam esperando por uma filha e Henry pensou que eles poderiam chamá-la de Matilda, em homenagem a sua tia-avó, de quem ele gostava muito. No entanto, eles perderam o bebê durante os primeiros estágios da gravidez, quando Matthew envenenou involuntariamente sua mãe.[2]

Alguns anos depois, Londres foi atacada por um demônio Mandikhor. Após o primeiro dos ataques, Henry partiu para se juntar a Charlotte em Idris – que havia sido mantida lá trabalhando na investigação de Elias Carstairs. Enquanto ele estava fora, ele permitiu que Christopher Lightwood usasse seu laboratório. Graças a isso, Christopher foi capaz de criar um antídoto para o veneno do demônio.[9]

Nos meses seguintes, Christopher pediu várias substâncias dele em nome de Lucie. Henry começou a ficar desconfiado à medida que os pedidos continuavam.

Em dezembro de 1903, ele compareceu ao casamento de James e Cordelia. Na recepção, ele desejou Cordelia feliz com tanta sinceridade que quase a fez chorar.

Algumas semanas depois, ele e Charlotte confrontaram Matthew sobre seu crescente alcoolismo, o que o levou a uma grande discussão. No dia seguinte, ele estava mal-humorado porque Matthew decidiu se mudar.

Ele participou da batalha contra Leviatã no Instituto de Londres e lutou de forma impressionante contra os tentáculos do demônio com uma sanjiegun. Charlotte mais tarde foi buscá-lo ao lado da cama de Charles na enfermaria, pois ele quase havia morrido naquela manhã depois de ser atacado pelo assassino que estava assolando os Caçadores de Sombras de Londres.[10]

Legado

Uma das primeiras e mais populares invenções de Henry incluem o Sensor,[11] destinado a detectar energias demoníacas e estava em seus estágios iniciais em 1878.[4] Henry, em seguida, criou o Portal no mesmo ano, com a ajuda de Magnus.[6] Henry passou a escrever um livro de memórias chamado Um Brado e um Estalo: O Caçador de Sombras da Idade Moderna em 1910.[12]

Henry uma vez também fez o Fósforo, que era para ser uma luz enfetiçada amplificada, mas serviu para uma variedade de outras coisas, um tanto imprevisível.

Personalidade

Will: "Nada nunca perturba seus círculos, não é, Henry?"
Henry: "O que você quer dizer?"
Jem: "Arquimedes. Ele estava desenhando um diagrama de matemática na areia quando sua cidade foi atacada pelos romanos. Ele estava tão concentrado no que estava fazendo que não viu os soldados vindo por trás dele. Suas últimas palavras foram" Não perturbe meus círculos.”Claro, ele era um homem velho até então."
Will: "E ele, provavelmente, nunca foi casado."
―Uma conversa depois que Charlotte saiu da sala, Príncipe Mecânico

Henry é um homem alegre, amável. Ele raramente é visto com raiva e gosta de pensar positivo em todos os momentos. Sendo um inventor, Henry é um pouco distraído e fascinado com todas as coisas mecânicas, apesar de que suas invenções tendiam a funcionar mal no início de sua carreira. Apesar disso e as dúvidas de outros ao redor dele, Henry não desistiu e continuou a avançar com a sua pesquisa, eventualmente, vivendo de acordo com suas reivindicações.

Descrição Física

Henry é um homem alto, magro, com um cabelo ruivo chocantemente desarrumado e calorosos olhos castanhos. Ele é frequentemente retratado vestindo coletes e calças salpicadas com óleo ou pó de carvão.

Aparições

Galeria

Veja mais aqui

Curiosidades

  • Henry e Charlotte estavam definidos para terem filhas em As Últimas Horas[13][14][15] mas Cassandra Clare mudou de ideia.
  • Henry foi a pessoa que apresentou o glitter a Magnus.[6]
  • Ele pode ser o homônimo de um dos seus descendentes, Jocelyn Fray.
  • Henry introduziu o gene do cabelo ruivo para as gerações seguintes da Família Fairchild.
  • Henry começou a usar o nome "Fairchild" algum tempo antes de Longas Sombras, algo que o resto de sua família desaprova.
  • Henry é o padrinho de Christopher Lightwood.[9]
  • Um dos nomes do meio de James Herondale, "Henry", está atrás dele por seu papel como uma figura paterna na vida de Will.[16]
  • Quando Henry inicialmente assumiu o controle do porão – que mais tarde serviu como seu laboratório – foi apelidado de "o Calabouço".[10]
  • Henry tentou tornar seu laboratório à prova de som; embora não esteja claro se isso funcionou ou se os moradores da casa simplesmente estavam acostumados a explosões vindas do porão.[10]
  • Certa vez, ele recebeu uma caixa de objetos mundanos enviados a ele por outro cientista Caçador de Sombras que estava tentando integrá-los com magia rúnica. Henry estava desinteressado e planejava mandá-los de volta, porém perdeu o endereço e o nome do remetente, e ficou grato quando Christopher se interessou por eles.[17]

Referências

Caçadores de Sombras Notáveis
Abigail Caçadora de Sombras | Alastair Carstairs | Alec Lightwood | Aline Penhallow | Aloysius Starkweather † |
Amatis Herondale † | Andrew Blackthorn † | Anna Lightwood | Annabel Blackthorn † | Anush Joshi | Ariadne Bridgestock | Arthur Blackthorn † | Ash Morgenstern | Barbara Lightwood | Beatriz Mendoza | Cameron Ashdown | Cecily Herondale | Céline Herondale † | Charles Fairchild | Charlotte Fairchild | Christopher Lightwood | Clary Fairchild | Cordelia Carstairs | Cristina Rosales | David, o Silencioso | Diana Wrayburn | Diego Rosales | Divya Joshi | Dru Blackthorn |
Edmund Herondale | Emma Carstairs | Ephraim Loss † | Eugenia Lightwood | Gabriel Lightwood | Gideon Lightwood | Grace Blackthorn | Helen Blackthorn | Henry Branwell | Hodge Starkweather † | Horace Dearborn † |
Imogen Herondale † | Irmão Enoch | Irmão Jeremiah † | Irmão Zachariah | Isabelle Lightwood | Jace Herondale |
Jaime Rosales | James Herondale | Jem Carstairs | Jessamine Lovelace † | Jesse Blackthorn | Jia Penhallow | Jocelyn Fray | Jon Cartwright † | Jonathan Caçador de Sombras | Julian Blackthorn | Julie Beauvale † | Kit Herondale |
Livvy Blackthorn † | Lucie Herondale | Luke Garroway | Manuel Villalobos | Marisol Garza | Mark Blackthorn |
Maryse Lightwood | Matthew Fairchild | Max Lightwood † | Michael Wayland † | Mina Carstairs | Tavvy Blackthorn | Rafael Lightwood-Bane | Robert Lightwood † | Roland Loss | Rosemary † | Sebastian Morgenstern † | Sebastian Verlac † | Simon Lewis | Sona Carstairs | Sophie Collins | Stephen Herondale † | Tatiana Blackthorn | Tessa Gray | Thais |
Thomas Lightwood | Ty Blackthorn | Tobias Herondale † | Valentim Morgenstern † | Wayland, o Ferreiro |
Will Herondale † | Zara Dearborn
mais...
Família Branwell
Buford Branwell † | Charles Fairchild | Charlotte Fairchild | Henry Branwell | Matthew Fairchild | Rachel Branwell
Família Fairchild
Adele Nightshade † | Aloysius Fairchild † | Callida Fairchild | Charles Fairchild | Charlotte Branwell | Clary Fairchild | Granville Fairchild † | Granville Fairchild II † | Henry Branwell | Jocelyn Fray | Luke Garroway | Matthew Fairchild |
Roderick Fairchild | Sebastian Morgenstern † | Valentim Morgenstern † | Valentina Graymark
Esta página utiliza conteúdo de uma página da The Shadowhunters Wiki. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.
Advertisement