FANDOM


Versão Alternativa
ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!
O que tenho é empenho. Eu posso me empenhar mais do que qualquer pessoa no mundo. Posso fazer da vingança a única coisa que tenho na vida, porque preciso. Mas isso significa que é tudo que eu tenho.

–Emma, Dama da Meia-Noite

Emma Carstairs é uma Caçadora de Sombras que tem vivido a maior parte da sua vida em no Instituto de Los Angeles com a família Blackthorn.

Biografia

Infância

Emma nasceu em 1995, filha de Cordelia e John Carstairs. Vivendo em Los Angeles, a família Carstairs manteve uma boa relação com os Blackthorn. Ela não apenas passava boa parte do tempo no Instituto para treinar, mas Emma também se tornou grande amiga das crianças que vivem no Instituto, os filhos do diretor, Andrew Blackthorn.

Quando criança, seu pai a ensinou como reconhecer diferentes instrumentos pelo som. Ele havia sido um violinista, e ele tocou em particular o violino de seu antepassado, Jem Carstairs. Emma tentou aprender a tocar em um ponto ou outro, mas foi rapidamente desencorajada pelos sons que ela fazia e desistiu cedo.[1]

Emma se tornou particularmente próxima de Julian Blackthorn, que ela conhece desde que nasceu e com quem cresceu junto.

Guerra Maligna

Em dezembro de 2007, Emma foi deixada por seus pais no Instituto para treinar com os amigos dela, as crianças Blackthorn. Pouco tempo depois, Sebastian Morgenstern chegou e causou estragos. Eventualmente, Emma e as outras crianças escaparam pelo Portal e chegaram em Idris.

Lá, ela descobriu que seus parentes morreram na mesma tarde. Bons amigos, e agora os dois sendo órfãos, Emma e Jules sofreram juntos e se ajudaram com essa provação. Durante a investigação, Emma e as outras crianças foram levadas para frente da Clave, todos eles sendo questionados com a Espada Mortal, a fazendo ficar com raiva. Para ajudar a aliviar a tristeza, Clary Fray se aproximou dela, e ambas começaram a gostar uma da outra.

Em algum ponto, Emma roubou o arquivo dos pais dela do Cônsul. Com isso, ela percebeu que os pais dela morreram sobre circunstâncias estranhas, mesmo que por conta da situação, a Clave tenha decidido colocar a culpa das mortes nos Caçadores de Sombras Malignos. Sua determinação logo foi formada e Emma tomou como objetivo descobrir a verdade por trás da morte dos pais dela. Depois da Guerra Maligna, a Clave planejou mandar Emma para parentes distantes, ou para a Academia dos Caçadores de Sombras em Idris. Percebendo que ela precisava ficar em Los Angeles, ela aceita a oferta de Julian para se tornar parabatai, e a Clave não tem outra escolha a não ser mandar ela de volta para Los Angeles com os Blackthorn.

Antes de deixar Alicante com os Blackthorn pelo Portal, Jace Herondale, um famoso Caçador de Sombras que ela idolatra, dá a ela sua primeira estela.

Durante a batalha, um antigo Irmão do Silêncio chamado Zachariah fez um grande esforço para proteger Emma e as crianças Blackthorn. Sem que ela soubesse, Zachariah era na verdade um parente distante – Jem Carstairs. Apesar de ele não lhe dizer quem ele era, ele insinuou isso referindo-se a ela pelo seu nome completo. Depois da guerra, não era só a sua nova amiga Clary que se preocupava com ela, mas também Jem e Tessa Gray, que decidiram voltar a Los Angeles para vigiar Emma.[2]

Quando ela se mudou para ficar com os Blackthorn, ela sentiu que tinha que criar seu próprio nicho dentro da família. Entre sessões de treinamento, Emma foi para lojas de antiguidades e vendas e comprou bugigangas estranhas, brinquedos, livros antigos, e revistas para compartilhar com as crianças Blackthorn.[3] No entanto, ela manteve uma certa separação deles também, como escolher um quarto na ala oposta do Instituto, para denotar que ela estava ciente de que ela não era uma Blackthorn e que ela ainda era uma Carstairs.

Parabatai

Em Dezembro de 2009, Emma e Jules com cerca de catorze anos de idade tiveram seu ritual parabatai. No dia da cerimônia, pouco antes de eles começarem, Jem abordou Emma e disse a ela sobre o fato de ele ser um Carstairs.[1] Clary ficou como testemunha de Emma, por seu pedido, e o melhor amigo de Clary, Simon, ficou como de Julian.[4]

Emma assistiu mais tarde ao casamento de Jem e de Tessa na Ponte Blackfriars em Londres em 2009,[2] embora, por alguma razão, ela e Jules não se lembrem disso.[1][5]

Sede por Vingança

CJ Emma 02

Emma se afogando após um acidente enquanto investigava a base de Malcolm sozinha.

Ser exposta a violência com uma idade tão pouca fez com que Emma dedicasse sua vida para caçar e matar aqueles que mataram os pais dela. Sua determinação a fez bem conhecida entre outros Caçadores de Sombras, que muitas vezes disseram que ela poderia ser a melhor Caçadora de Sombras de sua geração – a próxima Jace Herondale. Além disso, Emma também tinha ficado aterrorizada com o oceano por causa da natureza da morte de seus pais; embora seja capaz de atravessar as águas, Emma tem lembranças envolvendo o oceano.

Em certo ponto, ela conhece o jovem colega Caçador de Sombras, Cameron Ashdown, e o dois começaram a namorar. Emma eventualmente se cansou dele e terminou o namoro, embora ela às vezes volta com ele. O casal tem estado em um relacionamento de términos e reconciliações que os Blackthorn, particularmente Livia, estavam familiarizados.

No verão de 2012, os Blackthorn partiram para visitar sua parente Marjorie em Sussex. Durante esse período, surge a recém-chegada Cristina Rosales, e Emma reata brevemente com Cameron. Nesse meio tempo, Emma e Cristina ficaram muito próximas. Emma consegue uma nova pista em sua investigação do assassinato de seus pais através de Johnny Rook em uma transação de rotina. Os Blackthorns retornam em meados de agosto; pouco tempo depois, Iarlath da Corte Unseelie e Kieran da Caçada Selvagem chegam e devolvem Mark para sua família.

CJ Emma & Jules 07

Emma, inconscientemente, marcando Jules com uma runa de cura especialmente forte devido ao seu vínculo parabatai, reforçada por seu amor um pelo outro.

Enquanto isso, Emma e Jules desenvolvem sentimentos românticos profundos um pelo outro – sentimentos que ambos sabiam que não podiam ter já que a Lei proibia parabatai de ficarem juntos. Ambos lutaram ativamente contra essas emoções, mas o ponto culminante de seus sentimentos em desenvolvimento veio uma noite depois que Jules salvou Emma, e eles dormiram juntos na praia.

Quando sua investigação sobre os Seguidores do Guardião os aproximou da verdade, o Guardião – o culpado por trás das recentes mortes, e seus pais – aumentou seu prazo e sequestrou Tavvy como parte de seus planos, a tempo de Emma perceber que ele era Malcolm Fade, um feiticeiro confiável perto dela e dos Blackthorn, o tempo todo. Antes que Malcolm pudesse realizar seu último plano para ressuscitar a Dama da Meia-Noite, Emma e os outros interviram. Malcolm e Emma se confrontaram, e Emma conseguiu jogar Malcolm para o mar que cercava sua base, aparentemente matando-o.

Emma e Julian decidiram aceitar um pouco seus sentimentos enquanto mantinham sua ligação em segredo. No entanto, quando descobriu de Jem o que acontece quando parabatai se apaixonam, ela decidiu se afastar novamente de Jules. Em uma tentativa de afastá-lo, ela pediu ajuda de Mark para convencer Julian e os outros que eles estavam apaixonados e estavam juntos. [1]

Annabel e a Maldição

Tendo resolvido o mistério em torno da morte de seus pais, Emma concentrou-se unicamente em proteger Julian dos efeitos da maldição parabatai e manteve a aparência de uma relação com Mark, empurrando Julian para longe. Ela e Mark desenvolveram uma amizade íntima durante esse período e passaram horas conversando sobre seus sentimentos. Emma também contou a Cristina os motivos reais de sua relação, a pedido de Mark.

O aparente relacionamento de Emma com Mark colocou uma pressão sobre o relacionamento com Julian, resultando em algumas discussões acaloradas entre os dois.

Quando Gwyn ap Nudd veio e pediu a Mark para resgatar Kieran de execução na Corte Unseelie, Mark partiu escondido, apesar de sua recusa inicial. Emma e os outros o seguiram, guiados por Cristina, com sua experiência em fadas e seu medalhão encantado, permitindo que eles atravessassem Faerie sem perder inesperadamente muito tempo. Eles alcançaram Mark e concordaram em ajudá-lo a salvar Kieran, apesar de seu aparente ato de traição anterior que resultoue no chicoteamento dela e de Julian.

Na Corte Unseelie, o Rei enganou Emma para lutar pela vida de Kieran contra seu campeão. Emma teve a vantagem quando seu oponente se revelou falsamente como o pai de Emma, embora ele estivesse de fato transformado em seu pai. Apesar de ser apenas uma ilusão, fez o que a phouka disse fosse verdade: que ela veria o rosto de alguém que ela amava e perdeu. Emma admitiu a batalha, chocada com a imagem de seu pai. Quando Cristina revelou a fraude, Emma matou violentamente a fada.

AD LoS Poster 01

O retorno de Faerie.

Sua fuga os levou a Corte Seelie, onde foram recebidos pela Rainha no dia seguinte. A Rainha disse-lhes para recuperar o Volume Negro dos Mortos para ela em troca de sua ajuda para acabar com a Paz Fria e em uma guerra iminente contra os Unseelie.

Ao retornar ao Instituto, Emma abruptamente "rompeu" com Mark por manter a aparência de seu relacionamento com Kieran, que havia esquecido sua traição de Mark e seu subsequente término e iria permanecer com eles como o enviado da Rainha a Clave.

Emma e Julian se reconciliaram quando estava em missão na Cornualha para encontrar a recém-ressuscitada Annabel Blackthorn. Ficando juntos na casa de Malcolm, eles foram forçados a interagir para completar a missão, e depois de retornar de um confronto com Annabel, onde eles conseguiram derreter uma igreja de pedra, Emma percebeu que seu plano não funcionou e Julian ainda a amava. Julian confundiu seu choque com o desgosto com seus sentimentos e eles discutiram mais uma vez.

AD LoS Poster 02

Emma e Jules contra os Cavaleiros.

Eles se reconciliaram, no entanto, depois de lutar contra quatro dos Cavaleiros de Mannan. Voltando à casa após a batalha, Emma desiste de guardar seus sentimentos e admite que também o ama. Eles então dormiram juntos, e Emma conta a Julian sobre a maldição parabatai, e Julian, por sua vez, disse a Emma que a Rainha Seelie havia revelado a ele que ela poderia quebrar o vínculo completamente, mas com um porém: não seria apenas o vínculo deles que seria quebrado, mas de todos os outros parabatai do mundo, o que Emma não conseguiu sequer considerar.[6]

Depois de conversar com Magnus, Emma e Julian decidiram contar a Robert Lightwood sobre sua situação para que Emma pudesse ser exilada e o vínculo parabatai silenciado. Julian - manipulando Robert com a menção de seu próprio parabatai - conseguiu persuadi-lo a dar a Emma um exílio com circunstâncias especiais. No entanto, Robert foi mais tarde morto por Annabel em uma reunião do Conselho, juntamente com Livvy, deixando Julian em choque e seu plano em ruínas.[6]

Depois que Annabel desapareceu, Emma tentou ir até Julian e confortá-lo, mas ela foi interrompida pela Consulesa Jia Penhallow. Ela disse a Emma que ela precisava renunciar a Cortana para a mesma ser inspecionada, pois havia destruído um Instrumento Mortal e eles não sabiam como isso era possível. Embora parecesse o mesmo que desistir de um membro, Emma entregou Cortana e foi ficar ao lado de Julian. Quando os Irmãos do Silêncio vieram levar os corpos, Emma perguntou o que Julian estava perturbado demais para dizer, e eles permitiram que ele levasse Livvy até a Cidade do Silêncio e a deitasse; embora Emma não pudesse segui-lo.

A Tropa e a Maldição

No dia seguinte ao funeral, ela e Julian foram chamados para interrogatório por Horace Dearborn – líder da Tropa e recém-nomeado Inquisidor. Ele revelou que estava ciente do relacionamento deles e do que eles pediram a Robert, graças às anotações de Robert. Horace então lhes ofereceu uma escolha: se eles fossem a Faerie para recuperar o Volume Negro e matar Annabel, ele honraria os termos que haviam acordado com Robert. Se eles não retornassem ou pelo menos não a tempo, ele revelaria o segredo deles a todos. Como não havia muita escolha, eles concordaram.

Em Faerie, eles descobriram que estavam sendo seguidos por Dane Larkspear. Ele acidentalmente admitiu que eles estavam em uma missão suicida, pois Horace havia enviado várias pessoas para matá-los depois que eles recuperaram o livro. Julian, tendo removido suas emoções através de um feitiço, matou Dane e começou a fazer novos planos de como eles retornariam agora que não podiam confiar no ponto de encontro planejado de Horace.

Sem que Emma soubesse, Julian os levou a Corte Seelie. Lá, ele entregou à Rainha uma cópia do Volume Negro que ele havia tirado, tirando fotos das páginas quando conversava com Annabel antes da reunião. Ele esperava mudar os arranjos do acordo original e estabelecer um novo; pedindo-lhe para ajudá-los a localizar Annabel. No entanto, a Rainha desistiu do acordo, considerando-o nulo e sem efeito, uma vez que não era o verdadeiro Volume Negro, e correu para a Torre Unseelie para trocá-lo pelo Rei Unseelie. Emma e Julian conseguiram chegar lá também, entrando na procissão da Rainha, posando como Nene e Fergus.

Na torre, eles beberam uma poção que os tornava invisíveis para as fadas Unseelie e observaram o encontro do Rei com Annabel. Eles então foram até Ash Morgenstern, na tentativa de levá-lo a interromper o acordo do Rei. Eles foram pegos pelos Cavaleiros e jogados na prisão, onde encontraram Jace Herondale e Clary Fairchild na cela em frente a eles. Logo Cristina apareceu com Adaon para resgatar Mark e Kieran, acreditando que eles estavam na prisão. Eles os libertaram e foram para a sala do trono. No caos que se seguiu: Annabel e Ash passaram por um portal para outra dimensão chamada Thule, a Rainha sequestrou Adaon, Kieran matou o Rei e Julian e Emma atravessaram o portal enquanto os outros escapavam.

Em Thule, Julian e Emma foram apresentados ao mundo em que Sebastian Morgenstern venceu a Guerra Maligna, e os dois haviam sido transformados em Crepusculares. Eles foram encontrados pelos Cameron Ashdown daquele mundo e uma Livvy viva e próspera. Os dois, depois de perceberem que eles não eram as versões Crepusculares de si mesmos, os levaram à base rebelde e contaram a história de Thule. Embora eles tenham sido informados de que o mundo estava desprovido de magia devido à praga ter matado os feiticeiros, eles suspeitavam que Tessa ainda estivesse viva lá, pois era imune à praga no mundo deles.

Com a ajuda de Tessa e dos rebeldes de Livvy, eles planejaram um plano para adquirir a Espada e Cálice Mortal antes que Sebastian pudesse, e consequentemente matá-lo. O plano funcionou bem, embora não esperassem uma emboscada de Sebastian. Na batalha, Emma foi capaz de matar Sebastian, libertando este mundo de seu reinado. Annabel então abriu um Portal para que eles retornassem ao seu mundo – como haviam combinado anteriormente – e Julian a matou em vingança pela morte de Livvy.

De volta para casa, eles contaram a história de Thule e a cura que haviam descoberto para a doença dos feiticeiros aos moradores do Instituto de Los Angeles e Jace, Clary, Magnus e Alec. Juntos, eles começaram a planejar como recuperar a água do Lago Lyn e distribuí-la aos feiticeiros de todo o mundo. De manhã, eles receberam uma carta declarando que os Caçadores de Sombras estavam agora em guerra com os feéricos e que todos eles deveriam retornar a Idris para testemunhar uma negociação com a Corte Unseelie. O grupo conseguiu determinar que essa era uma farsa com base no que havia acontecido em Faerie e na reivindicação das mortes de Clary e Jace. Julian então decidiu realizar um conselho de guerra para planejar como interromper o plano da Tropa.

Naquela noite, na Floresta Brocelind, enquanto eles acampavam em preparação, Emma escapou do acampamento com a Espada Mortal que eles trouxeram de Thule. Ela entrou na Cidade do Silêncio e tentou quebrar todos os laços parabatai, a fim de evitar a maldição. Embora Julian a seguisse e a impedisse, pedindo-lhe que tivesse fé e esperasse pelo menos mais um dia, pois eles precisavam da força de todos os parabatai para vencer a disputa. Ela concordou, embora sentisse que a maldição estava sobre eles com base no que a Diana de Thule havia dito a ela que acontecera com todos os parabatai de lá.

Na negociação, Horace admitiu todas as mentiras e enganos que ele havia feito para que a Clave adotasse seu fanatismo. Vendo Zara segurando sua lâmina, Emma estendeu a mão, permitindo que Cortana escolhesse seu portador – como uma espada de Wayland, o Ferreiro poderia – e recuperou-a.

A batalha logo eclodiu e Emma se viu despachando fadas Unseelie e lutando contra a Tropa ao lado de Julian. Em algum momento da batalha, ela notou Kit à margem, mesmo que ele estivesse de volta ao acampamento, e o interrompeu xingando sobre como ela havia prometido a Tessa não deixá-lo perto de batalhas ou fadas devido à sua herança. No entanto, os Cavaleiros ainda o viram e desceram sobre eles. Quando eles mencionaram ter matado sua mãe, Kit conseguiu convocar algum poder dentro dele e magicamente levantou os Cavaleiros, jogando-os no centro da confusão.

Depois que Jem veio para levar Kit, Emma retornou à batalha apenas para ser interrompida por Zara. Elas brigaram e, quando tiveram a chance, Emma optou por não matar Zara. Furiosa, Zara fatalmente esfaqueou Emma nas costas enquanto esta tentava se afastar. Enquanto estava morrendo, Zara tentou libertar Cortana de suas mãos, mas o aperto de Emma não se soltou; Zara rapidamente fugiu quando Julian veio ao lado de Emma para curá-la. Aproveitar a força de seu vínculo foi suficiente para salvar sua vida, mas também fez com que a maldição parabatai se realizasse. Eles se levantaram como Verdadeiros Nephilim.

CJ Emma and Jules 06

Emma e Julian como Verdadeiros Nephilim.

Os gigantes que uma vez foram Julian e Emma mataram Horace e os Cavaleiros de Mannan. Helen começou a pedir que parassem, que a batalha havia terminado, mas eles haviam perdido o controle de si mesmos. As pessoas começaram a fugir e outras formaram uma barricada entre eles e Alicante para proteger os que estavam dentro da cidade. Apesar de outros terem falhado, e apesar dos que estavam bloqueando o caminho dizendo a eles que era muito perigoso, Dru levou os Blackthorn e seus amigos a se levantarem e acalmá-los. Surpreendendo a todos, eles conseguiram – salvando a vida de Julian e Emma.

Quando acordaram alguns dias após a batalha, descobriram que sua ligação havia sido rompida como resultado de terem vivido a maldição; finalmente, permitindo que eles ficassem juntos.

Na reunião do Conselho para condenar a Tropa, Jia anunciou que estava deixando o cargo de Consulesa e seria realizada uma votação para substituí-la. Emma e muitos outros votaram em Alec Lightwood; no entanto, quando ele foi anunciado como vencedor, a Tropa puxou punhais e os segurou na garganta, recusando-se a reconhecer Alec como Cônsul. Alec concordou com seus termos, onde todos deixariam Idris, para nunca mais voltar. Emma e os outros retornaram ao Instituto de Los Angeles e o Clave-Exilada começou a se reconstruir em Nova York.

Nas semanas seguintes ao exílio, Julian e Emma começaram a planejar seu ano de viagem. Antes de partirem, eles compareceram ao casamento de Magnus e Alec na praia.[7]

Em 2013, o casal ainda está viajando pelo mundo e parece realmente gostar de Paris, pois continua prolongando sua estadia.[8]

Personalidade e Traços

Oh, querido, eu derrubei aquela espada gigante na sua cabeça? Eu acho que sim! Deve ser porque sou loira.

–Emma, Cassandra Clare no Tumblr

Emma ama lutar, treinar – e matar coisas, quando ela está no clima. Ela é uma guerreira forte e muito hábil para alguém da idade dela, sua aptidão alcançada pelo esforço de conseguir seu objetivo. Ela também é muito sarcástica, mas se ofende facilmente e tem um temperamento forte.

Ela é incrivelmente motivada e considerada pelo seu status como a melhor Caçadora de Sombras de sua geração como sendo um resultado de seu treinamento determinado. As pessoas que a conhecem diriam que ela é descuidada e imprudente em relação à sua vida, por causa de sua tendência a entrar voluntariamente em perigo.

Ela é especialmente cuidadosa para com os Blackthorn.

Descrição Física

Emma é vista frequentemente como bonita e extremamente atrativa. Ela tem olhos castanhos, longos cabelos loiro claro e pele clara. Como um efeito de trabalhar duro no treinamento, seu corpo é forte e resistente. Ela tem uma cicatriz feia no braço direito, que ela conseguiu quando era nova, por abraçar a espada Cortana.

Competências e Habilidades

  • Fisiologia Nephilim: Sendo Nephilim, Emma possui uma variedade de habilidades físicas e mentais aprimoradas, garantidas a ela pelo sangue de Raziel em suas veias, e também as marcas angelicais do Livro Gray. Isso inclui maior força, velocidade, agilidade, resistência e coordenação, que continuam a melhorar ao longo do tempo e da prática.
    • Visão: Como uma Caçadora de Sombras, Emma é natural e facilmente capaz de ver através da maioria das ilusões mágicas e camadas de glamour sobre a realidade.
    • Magia Rúnica: Devido ao sangue do anjo em suas veias, todos os Caçadores de Sombras são capazes de aplicar runas em suas peles sem perigo real. Essas marcas, por sua vez, geram efeitos variados e servem para beneficiar aqueles que as portam.
    • Uso de armas celestiais: Como uma Caçadora de Sombras, Emma também é capaz de realizar tarefas exclusivas de sua espécie, como a capacidade de usar e chamar o poder dos anjos para suas lâminas serafim, bem como lidar com armas ou objetos celestiais com efeito, o que normalmente não funciona para outras espécies. Em particular, estas são ferramentas feitas de adamas e forjadas pelas Irmãs de Ferro.
  • Especialista em combate corpo-a-corpo: Emma é altamente qualificada em combate armado e desarmado.
  • Espadachim especialista: Emma é altamente qualificada e proficiente no manuseio de espadas.

Anteriormente:

  • Ligação parabatai: Por causa de seu laço parabatai com Julian Blackthorn, Emma era capaz de possuir uma força a mais na batalha. As runas desenhadas nela por Julian também davam um efeito consideravelmente mais forte.

Pertences

  • Estela: Emma possui uma estela dada a ela por Jace quando tinha doze anos. Embora estelas fossem quase descartáveis para Caçadores de Sombras, Emma teve um cuidado especial com ela porque tinha sido um presente de Jace. A própria estela foi também a primeira estela de Jace. Tem um identificador esculpido feito de osso de demônio.[9][10] No entanto, Emma foi forçada a entregá-la a um phouka para passar pelo portão da lua na Terra das Fadas.[6]
  • Cortana: Uma espada que foi passada pela família Carstairs por gerações. Emma ansiava por herdar e usar a espada quando criança, e ela a recebeu após a morte de seu pai. Desde então, Cortana escolheu Emma como sua legítima dona e voltou para ela mesmo quando a espada foi tomada por outra pessoa.
  • Um bracelete de corrente de ferro abençoado: dado por Isabelle como uma arma para fazer seus golpes mais poderosos ao combater as Fadas. Foi dado pouco antes de Julian e Emma serem enviados para o Reino das Fadas em sua missão de encontrar Annabel e o Volume Negro dos Mortos.[7]

Relacionamentos

Romance

Tarot Steles 2

Emma e Julian eram anteriormente parabatai. Eles passaram quase a vida inteira juntos e se aproximaram intimamente. Em 2012, Emma percebeu que havia desenvolvido sentimentos por ele e que Julian os nutria há muito tempo. Seu intenso amor foi complicado pela ligação parabatai, que os vinculou a um juramento e a Lei que os proibia de ficar juntos. Embora eles tentassem esconder e lutar contra isso, a tensão se tornou inegável e eles fizeram sexo, apesar de suas reservas.

Depois que Emma descobriu que a razão por trás da regra contra parabatai se apaixonarem era mortal, ela afirmou que não o amava, afastando-o para salvá-lo.[1] Eles finalmente admitiram seus sentimentos um ao outro e resolveram encontrar uma maneira de contornar a maldição juntos,[6] apesar de terem decidido contra isso quando souberam que isso afetaria todos os outros laços parabatai.

Seu amor um pelo outro acabou ativando a maldição. A maldição em si e seu retorno devido ao amor de seus amigos e familiares removeram seu vínculo, permitindo que eles finalmente ficassem juntos.[7]

Quando Emma era jovem, tinha uma paixonite pelo irmão de Julian, Mark – que ela eventualmente deixou de ter quando cresceu. Quando ele voltou, eles se tornaram bons amigos e companheiros. Depois que Emma falou com Julian, ela pediu a Mark que fingisse estar em um relacionamento com ela, ao que ele respondeu perguntando se realmente precisavam mentir sobre isso.Enquanto fingiam estar em um relacionamento, eles ficaram ainda mais próximos como amigos, com Mark muitas vezes dormindo no quarto de Emma.

Amigos

Você bebeu vinho de fada? Cristina! É dessa forma que você desmaia e acorda no dia seguinte debaixo de uma ponte com uma tatuagem que diz EU AMO HELICÓPTEROS.

–Emma conversando com Cristina, Senhor das Sombras

Emma e Cristina rapidamente se deram bem depois do primeiro encontro. Elas ficaram muito próximos, e Emma confiou em Cristina o suficiente para contar a ela sobre sua missão de investigar a morte de seus pais. Elas treinam e saem em missões de rotina juntas, e Cristina entende as coisas com que Emma está lidando. Ambas se apoiam, embora Cristina não se abrisse imediatamente para Emma e guardasse algumas coisas de seu passado para si mesma.

Desde o dia em que Clary veio confortar Emma após seu interrogatório, elas se tornaram amigas e confidentes e mantiveram contato desde então.

Aparições

Galeria

Veja mais aqui

Curiosidades

  • Emma é canhota.
  • Emma odeia video games.
  • Emma não gosta de café, mas ela gosta da sensação de segurar uma caneca quente.
  • Emma tem um baú cheio dos pertences de seus pais, incluindo o terno que seu pai usava em seu casamento.
  • O nome do meio de Emma, Cordelia, é compartilhado com o de sua própria mãe e o de de uma distante ancestral Carstairs, Cordelia Carstairs.

  • Ela inicialmente teria os olhos azuis escuros antes de ser mudado para castanho.[11]

Referências

Caçadores de Sombras Notáveis
Abigail Caçadora de Sombras | Alastair Carstairs | Alec Lightwood | Aline Penhallow | Aloysius Starkweather † |
Amatis Herondale † | Andrew Blackthorn † | Anna Lightwood | Annabel Blackthorn † | Anush Joshi | Ariadne Bridgestock | Arthur Blackthorn † | Ash Morgenstern | Barbara Lightwood | Beatriz Mendoza | Cameron Ashdown | Cecily Herondale | Céline Herondale † | Charles Fairchild | Charlotte Fairchild | Christopher Lightwood | Clary Fairchild | Cordelia Carstairs | Cristina Rosales | David, o Silencioso | Diana Wrayburn | Diego Rosales | Divya Joshi | Dru Blackthorn |
Edmund Herondale | Emma Carstairs | Ephraim Loss † | Eugenia Lightwood | Gabriel Lightwood | Gideon Lightwood | Grace Blackthorn | Helen Blackthorn | Henry Branwell | Hodge Starkweather † | Horace Dearborn † |
Imogen Herondale † | Irmão Enoch | Irmão Jeremiah † | Irmão Zachariah | Isabelle Lightwood | Jace Herondale |
Jaime Rosales | James Herondale | Jem Carstairs | Jessamine Lovelace † | Jesse Blackthorn | Jia Penhallow | Jocelyn Fray | Jon Cartwright † | Jonathan Caçador de Sombras | Julian Blackthorn | Julie Beauvale † | Kit Herondale |
Livvy Blackthorn † | Lucie Herondale | Luke Garroway | Manuel Villalobos | Marisol Garza | Mark Blackthorn |
Maryse Lightwood | Matthew Fairchild | Max Lightwood † | Michael Wayland † | Mina Carstairs | Tavvy Blackthorn | Rafael Lightwood-Bane | Robert Lightwood † | Roland Loss | Rosemary † | Sebastian Morgenstern † | Sebastian Verlac † | Simon Lewis | Sona Carstairs | Sophie Collins | Stephen Herondale † | Tatiana Blackthorn | Tessa Gray | Thais |
Thomas Lightwood | Ty Blackthorn | Tobias Herondale † | Valentim Morgenstern † | Wayland, o Ferreiro |
Will Herondale † | Zara Dearborn
mais...
Família Carstairs
Alastair Carstairs | Cordelia Carstairs | Cordelia Townsend † | Elias Carstairs | Emma Carstairs | Jem Carstairs |
John Carstairs † | Jonah Carstairs † | Ke Wen Yu † | Mina Carstairs | Owen Herondale † | Sona Carstairs | Tessa Gray
Família Townsend
Cordelia Townsend † | Emma Carstairs | John Carstairs † | Rosamund Townsend
Esta página utiliza conteúdo de uma página da The Shadowhunters Wiki. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.