FANDOM


Versão Alternativa
ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!
Fada, você não me causou nenhum dano. Estamos bem.

–Divya para Kieran, Rainha do Ar e da Escuridão

Divya Joshi é uma Caçadora de Sombras e uma graduada da Scholomance.

Biografia

Centurião

Divya viveu em Mumbai e era afiliada ao Instituto local até que ela frequentou a Scholomance em algum momento e se tornou uma Centurião.

Em 2012, Divya foi enviada ao Instituto de Los Angeles como parte de uma equipe de Centuriões encarregada de encontrar o corpo de Malcolm Fade e o Volume Negro dos Mortos. Durante seu tempo em Los Angeles, Divya patrulhou com os outros Centuriões e tentou conversar amigavelmente com os Blackthorn, em contraste com Zara Dearborn e sua atitude condescendente em relação aos habitantes do Instituto. Ela era uma das poucas pessoas que Diego realmente confiava na Scholomance, e um dos três que ele chamou de bons Centuriões.[1]

Aprisionada

Divya sabia que Diego estava mantendo Kieran escondido na Scholomance. Ela ficava nervosa sempre que descobria que alguém estava indo para a biblioteca, onde Kieran costumava ficar. Quando os Centuriões que faziam parte da Tropa chegaram, Divya e Rayan ouviram a conversa deles sobre duvidar da lealdade de Diego e ela foi para o quarto dele para buscar e esconder Kieran em seu próprio quarto.

Quando os outros finalmente perceberam a presença de Kieran de qualquer maneira, eles invadiram seu quarto e o levaram, embora eles tivessen tentado lutar. Eles levaram Kieran para o Lugar da Rocha e Divya correu para alertar Diego. No Lugar da Rocha, Divya, Rayan e Diego enfrentaram a Tropa e ela chamou a atenção de seu primo Anush por fazer parte da tortura de Kieran. Quando Samantha Larkspear caiu na piscina e Kieran foi culpado por isso, ela e Rayan tentaram impedir a Tropa de ir atrás de Diego e Kieran.

Mais tarde, ela roubou a chave da biblioteca, onde Diego e Kieran foram presps depois de serem pegos, de Gladstone, para que ela pudesse dizer aos dois sobre Emma e Julian estarem em uma missão suicida em Faerie. Quando a Tropa chegou e o corcel de Kieran chegou para derrubá-los, ela recusou sua oferta de fuga, querendo tomar uma posição contra a Tropa, e foi algemada por Anush e levada sob custódia.

Ela foi presa no Gard com Diego e Rayan e então apresentados em uma reunião do Conselho como traidores que permitiram a fuga de um "integrante do Submundo procurado", com runas de Quietude colocadas sobre eles para impedi-los de se defenderem. O Inquisidor afirmou em sua declaração que eles estavam aguardando julgamento, aguardando a Espada Mortal ser reforjada. Dru Blackthorn mais tarde os libertou da prisão, e eles procuraram refúgio na loja de armas de Diana, reabastecendo-se antes de se juntar à batalha que havia estourado nos Campos Eternos.

No campo, Divya, sob as ordens da Consulesa, ajudou a estabelecer uma Configuração Malaquias para prender os membros da Tropa. Mais tarde, ela ficou na barricada para manter os gigantescos Emma e Julian longe da Tropa, e mais tarde longe da cidade. Divya participou de uma das muitas reuniões após a batalha, onde Jia deixou o cargo de Consulesa e Alec Lightwood foram eleitos como seu sucessor. Divya ficara incrivelmente satisfeita porque seu primo Anush acabara lutando do lado deles na batalha e se preparava para deixar Idris após o ultimato da Tropa.[2]

Personalidade

Divya é uma garota tranquila e amigável e, de acordo com Diego Rosales, uma boa pessoa. Ela não tem nenhum problema com os Seres do Submundo e não compartilha os pontos de vista da Tropa.

Descrição Física

Divya é uma bela menina indiana com um piercing dourado em seu nariz.

Aparições

Curiosidades

Referências

Esta página utiliza conteúdo de uma página da The Shadowhunters Wiki. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.