FANDOM


Versão Alternativa
ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!
Não esperava vê-los de novo, só mesmo se vocês estivessem apontando uma arma para mim.

–esta Diana para Emma e Julian ao conhecê-los, Rainha do Ar e da Escuridão

Diana Wrayburn é uma ex-Caçadora de Sombras que faz parte da rebelião contra a Legião da Estrela em Los Angeles em Thule.

Biografia

A história e as características desse personagem são idênticas às de sua contraparte de dimensão alternativa até pouco antes da Guerra Maligna, onde a linha do tempo se dividiu e as seguintes mudanças ocorreram.

Guerra Maligna

Durante a invasão de Alicante, Diana lutou contra as forças de Sebastian Morgenstern. Nesse momento, ela viu Emma Carstairs e Julian Blackthorn lutando no Salão dos Acordos e, depois, novamente quando eles e o resto das crianças Blackthorn foram pegaram um Portal.

Na última batalha de Idris, ela testemunhou o assassinato de Isabelle Lightwood nas mãos de Sebastian depois de falhar ao não machucá-lo com a Espada Mortal. Ela foi capaz de sobreviver sem ser morta ou transformada em Crepuscular e foi uma entre os poucos Caçadores de Sombras que sobreviveu à guerra.

Algum tempo depois da Guerra Maligna, Diana se juntou aos rebeldes de Livia para resistir a Sebastian.

Rebelião

Em 2014, quando Diana voltou ao Edifício Bradbury, depois de passar algum tempo na Cidade do México, ela encontrou Emma Carstairs e Julian Blackthorn do nosso mundo. Emma a abraçou à vista, surpreendendo Diana um pouco antes dela levá-los ao escritório de Livvy para ver a mensagem de Tessa Gray. Ao decifrar a mensagem, Diana decidiu acompanhar Emma e Julian para encontrar a feiticeira. Foi durante essa viagem que Diana, sem saber, revelou o segredo da Diana do mundo deles de ser transgênero.

Na viagem de volta, Diana se separou de Julian e Emma quando eles foram parados por um demônio dizendo que Sebastian pediu a presença deles. No entanto, ela esperou por eles de volta ao prédio. Eles discutiram o que havia acontecido e Diana os levou de volta ao escritório de Livvy para que pudessem descrever sua reunião com Tessa. Quando Maia distribuiu papéis para a sua próxima missão de invadir a Cidade do Silêncio, Diana foi designada para pegar armas e reunir mais alguns rebeldes para preencher seus números. Emma decidiu acompanhá-la para a sala de armas e aqui ela contou a Emma o que havia acontecido com os parabatai em Thule (novamente, sem saber, revelando informações importantes para Emma).

No dia seguinte, os rebeldes avançaram com seu plano de se infiltrar na Cidade do Silêncio. Assim que Tessa abriu as portas, Diana, Cameron, Emma e Julian entraram para recuperar os Instrumentos Mortais. Ao saírem, foram atacados pelos Crepusculares de Sebastian. Diana disse a Emma e Julian para sair de lá e trazer os Instrumentos para a segurança enquanto ela e Cameron os combatiam. Mais tarde na batalha, Diana conseguiu escapar da Cidade do Silêncio bem no momento em que Sebastian pediu que seu exército seguisse e roubasse mais itens. Foi então decidido que Tessa selaria novamente as portas, trancando Cameron lá dentro.

Diana continuou a lutar, mas logo Emma matou Sebastian e os Crepusculares pereceram. Ela se despediu de Emma e Julian com nova esperança em seu mundo, tendo os rebeldes vencido a batalha.[1]

Aparições

Referências

Esta página utiliza conteúdo de uma página da The Shadowhunters Wiki. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.